Egito

Bola de Ouro? Fase de CR7, lesão e queda na Copa distanciam Salah de prêmio

HENRY ROMERO/REUTERS
Mohamed Salah durante Rússia x Egito na Copa do Mundo Imagem: HENRY ROMERO/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

20/06/2018 21h00

Artilheiro e melhor jogador do Campeonato Inglês, vice goleador da Liga dos Campeões e protagonista do Egito na volta da seleção a uma Copa do Mundo. A temporada 2017/2018 colocava Mohamed Salah como um forte candidato a desbancar a hegemonia entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo como vencedor da Bola de Ouro. Mas as esperanças do atacante se distanciaram da realidade em apenas dois jogos.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Em 26 de maio, uma lesão no ombro esquerdo o tirou da final da Liga dos Campeões com apenas 24 minutos de jogo. Sem o seu protagonista, o Liverpool acabou derrotado para o Real Madrid por 3 a 1.

Após uma rápida recuperação, o jogador era a grande esperança do Egito para o jogo contra a Rússia após ficar apenas no banco de reservas na derrota para o Uruguai na Copa do Mundo. Por mais que tenha chamado a responsabilidade e feito um gol de pênalti, o revés para a Rússia por 3 a 1 na última terça-feira (19) fez com que a seleção africana fosse eliminada ainda na primeira fase, tirando de Salah a oportunidade de fazer a diferença em jogadas individuais no mata-mata.

Enquanto o egípcio lamenta a lesão que o tirou da Liga dos Campeões e do jogo de abertura do Mundial, seu principal adversário pela Bola de Ouro vive um momento totalmente oposto. Campeão do torneio continental pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo é o artilheiro da Copa do Mundo depois de fazer 4 gols em apenas 2 jogos, sendo 3 contra a Espanha e um na vitória contra o Marrocos.

Mesmo que Portugal ainda não tenha garantido sua vaga nas oitavas de final, o português apareceu em momentos decisivos e se distanciou na busca por sua sexta Bola de Ouro. Além de vencedor da Liga dos Campeões, o astro do Real Madrid foi o artilheiro da competição europeia com 15 gols.

Se Cristiano Ronaldo dificulta uma possível premiação máxima para Salah, Messi também não fica muito atrás. Apesar do pênalti perdido contra a Islândia no último sábado (16), o argentino terá uma segunda chance nesta quinta-feira (21), no duelo decisivo contra a Croácia. Em caso de vitória, o jogador do Barcelona ainda poderá se destacar contra a Nigéria, para garantir a classificação da Argentina no mata-mata do torneio na Rússia e seguir na busca pelo tri.

Mesmo que a Argentina não conquiste o torneio, Messi ainda tem a vantagem de também ter feito uma grande temporada pelo Barcelona. Artilheiro do último Campeonato Espanhol com 34 gols, o camisa 10 chamou ainda mais para si a responsabilidade após a saída de Neymar para o Paris Saint-Germain e ajudou sua equipe a conquistar o título da competição.

E Neymar?

O brasileiro, que ficou para trás na briga após a lesão no pé direito que o deixou afastado por 3 meses do gramado, também pode ressurgir e ser um obstáculo para o egípcio na briga pelo top 3 do prêmio. Apesar dos desentendimentos com Cavani e Unai Emery, além da eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões para o Real Madrid, o atacante do PSG foi o terceiro artilheiro do Campeonato Francês, com 19 gols, e o líder de assistências do torneio (13 passes), mesmo que seu último jogo pela competição tenha acontecido só em fevereiro.

Com 26 anos, o atacante egípcio marcou na temporada 2017/2018 mais gols do que em todas as outras temporadas da carreira, quando defendeu Basel, Chelsea, Fiorentina e Roma: 44 contra 42 ao longo dos seis anos anteriores. Mas pesam contra Salah o fato de o Liverpool não ter vencido nenhum título na temporada, ao contrário dos três concorrentes. Além de bater na trave na Liga dos Campeões, os Reds ficaram só com a quarta posição no Campeonato Inglês.

Sem chances de ganhar um título até a próxima eleição de melhor jogador do mundo, Salah terá de manter um desempenho semelhante ao da última temporada se quiser disputar o prêmio com Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar. Além disso, vale uma torcida para que Portugal, Argentina ou Brasil passem longe de um eventual título na Rússia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Egito

Topo