Dinamarca

Autor de gol da Dinamarca é chamado de "golaço" e foi recusado por gigantes

Xinhua/Ye Pingfan
Eriksen marcou o primeiro gol do jogo entre Dinamarca e Austrália Imagem: Xinhua/Ye Pingfan

Do UOL, em São Paulo

21/06/2018 10h50

Christian  Eriksen acertou belo chute de esquerda no começo do jogo desta quinta-feira (21), fez um golaço para a Dinamarca no empate por 1 a 1 em Samara e foi eleito o melhor em campo. Golaço, inclusive, é o apelido que o meia ganhou no Tottenham.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Assista aos gols do empate entre Dinamarca x Austrália.

O responsável por isso foi o técnico do time inglês, Mauricio Pocchetino. “Ele é tão especial, e nós sempre o chamamos de Golaço, porque ele é capaz de marcar gols inacreditáveis. É verdade que ele é quieto e muito calmo. Ele é muito tranquilo, mas ama futebol”, disse o argentino no ano passado.

Desde 2013 no Tottenham, Eriksen virou alvo de gigantes do futebol europeu na adolescência e foi chamado para peneiras no Barcelona, Milan e Chelsea, mas acabou recusado pelas três equipes. O clube inglês até disse que o camisa 10 era “muito fraco e não tão bom”, o que gerou revolta do pai do jogador, Thomas Eriksen.

“O Chelsea queria que ele fizesse o terceiro teste lá, mas eu falei que não. Depois de recusá-lo duas vezes, eu senti que não era o lugar dele. A mentalidade do Chelsea não funciona, eles são muito frios na forma que agem com jovens atletas. A estrutura é boa, mas as crianças não devem ir para lá”, afirmou.

Eriksen foi revelado nas categorias de base do Ajax e subiu para o profissional do time holandês em 2010. No mesmo ano, estreou pela seleção dinamarquesa e recebeu o chamado para a Copa do Mundo da África do Sul. Com 18 anos e quatro meses, o meia foi o mais novo entre todos os atletas que disputaram o torneio.

Defender as cores da Dinamarca não é exclusividade de Christian na família Eriksen. Afinal, a irmã mais nova dele, Louise, ganhou a primeira convocação para a seleção feminina em março de 2017. Ela atualmente defende o KoldingQ na liga local e também joga no meio-campo.

Com o empate desta quinta contra a Austrália, a Dinamarca chega a quatro pontos e volta a jogar na próxima terça-feira (26), quando encara a França, às 11h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Lujniki.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Dinamarca

Topo