Argentina

Em cadeira de rodas, torcedora segue Messi pela Rússia: ''sinto fascinação"

Petr David Josek/AP Photo
Nora Espector e seu filho, Emil, viajaram à Rússia para acompanhar a seleção argentina Imagem: Petr David Josek/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

21/06/2018 04h00

Lionel Messi arrasta uma multidão de fãs onde quer que vá. Na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, não é diferente. Nora Espector é mais uma das fãs. Só que viajou da Argentina à Rússia em condições especiais.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Aos 55 anos, a torcedora argentina sofre de esclerose múltipla e precisa de uma cadeira de rodas para se locomover. Ainda assim, onde quer que Messi vá, lá estará ela na torcida.

“Sinto fascinação por Messi”, conta a torcedora, que trabalha com hotelaria e mora na cidade de Bariloche, em declarações à agência de notícias Associated Press.

Na família, Nora não é a única apaixonada por futebol. Seu avô era funcionário do Boca Juniors e sempre a levava – ainda criança – a jogos no estádio de La Bombonera. Torcedora “de coração” do clube de Buenos Aires, ela viajou à Copa do Mundo acompanhada de seu filho, Emil Davisson, também apaixonado pelo esporte.

Petr David Josek/AP Photo
'(Messi) sempre me pareceu uma pessoa especial. Um menino tão humano, tão humilde em sua maneira de ser, um ser tão mágico. É admirável como pessoa', diz torcedora Imagem: Petr David Josek/AP Photo
“Tenho um filho da mesma idade (de Messi, 30 anos), e isso faz com que me identifique muito com ele. Me emociona sua história, e sempre penso em sua mãe. Sempre me pareceu uma pessoa especial. Um menino tão humano, tão humilde em sua maneira de ser, um ser tão mágico. É admirável como pessoa”, elogiou a fã. “E é um milagre como jogador. Às vezes, penso que não o merecemos”, acrescentou.

O único susto de Nora Espector com o astro veio em 2016: após o vice-campeonato na Copa América Centenário, Messi anunciou sua aposentadoria da seleção argentina. “Senti uma angústia real quando ele disse que ia embora da seleção”, contou.

Em agosto daquele ano, dois meses após o anúncio do adeus, Messi voltou atrás e confirmou sua presença na seleção para as eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2018. Em sua retorno, fez o gol da vitória da Argentina sobre o Uruguai por 1 a 0, em 1º de setembro.

Com Messi em campo, a Argentina estreou na Copa de 2018 empatando por 1 a 1 com a Islândia. Nesta quinta-feira, com Nora e seu filho na torcida, os comandados de Jorge Sampaoli encaram a Croácia na cidade de Nizhny Novgorod, em compromisso pela segunda rodada do Grupo D.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Argentina

Topo