Topo

México

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Jogador mexicano reclama de tratamento a crianças isoladas dos pais nos EUA

AFP PHOTO / NICHOLAS KAMM
Donald Trump impôs a lei da tolerância zero contra imigrantes ilegais Imagem: AFP PHOTO / NICHOLAS KAMM

Do UOL, em São Paulo (SP)

2018-06-21T16:36:07

21/06/2018 16h36

A grande polêmica sobre a separação de crianças dos pais imigrantes nos Estados Unidos chegou na Copa do Mundo, mais precisamente na seleção do México. Nesta quarta-feira, Miguel Layún comentou o assunto e reclamou especialmente dos abrigos em que meninos e meninas são mantidas longe dos parentes.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

“Estas imagens me entristecem, me doem. Não sou ninguém para julgar, nem tenho o poder de nada, só quero pedir por favor para as pessoas que têm a capacidade e o poder de falar. Quero suplicar, façam algo, as crianças não são responsáveis pelo que está passando, que elas não sofram mais”, escreveu o camisa 7 da seleção mexicana.

Essas crianças mantidas em cárcere chegaram aos Estados Unidos sob cuidados de pais ou tutores considerados ilegais no país. Na nova medida do governo de Donald Trump, quem é flagrado ao atravessar a fronteira americana acaba processo e enviado a uma prisão federal.

As crianças então são separadas dos país e mantidas em centros de detenção. Segundo dados divulgados pela imprensa americana, mais de 2.000 crianças se encontram isoladas dos parentes nestes centros de detenção nos Estados Unidos.

Mais México