Brasil

Thiago Silva admite "pressão maior" para jogo decisivo em São Petersburgo

Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Petersburgo (Rússia)

21/06/2018 09h11

O empate por 1 a 1 na estreia com a Suíça colocou uma pressão nas costas da seleção brasileira. A análise foi do zagueiro Thiago Silva, que será capitão da equipe de Tite no duelo contra a Costa Rica, às 9h (de Brasília) desta sexta-feira (22), em São Petersburgo.

De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual
O hexa vem dessa vez? O que os videntes preveem para o Brasil no Mundial?
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

“Consequentemente, [será] um jogo muito difícil por eles terem perdido a primeira partida e nós pelo empate, então tem pressão pelos dois lados. É natural, estamos acostumados. É ter tranquilidade para ter um bom jogo, um bom desempenho, porque com isso está próximo do objetivo principal que é a vitória”, afirmou.

Apesar da pressão por conquistar a primeira vitória e não se complicar no grupo E, Thiago Silva afirmou que a seleção brasileira está tranquila para o duelo. Para o zagueiro, a vitória não virá de “qualquer maneira”.

“Logicamente, em função da primeira rodada, pelo empate, isso nos traz a responsabilidade maior de vencer esse jogo. Mas não é de qualquer maneira que vamos vencer. Temos uma estratégia para esse jogo, vamos conversar para estarmos preparados. É um jogo importante como todos os outros. Em função do primeiro resultado, claro que nos coloca teoricamente uma pressão maior, mas estamos bem cientes e tranquilos para uma grande apresentação”.

Durante a entrevista, Thiago Silva afirmou que a comissão técnica tem se preocupado com o sono dos jogadores em São Petersburgo, conhecido como a “cidade que não dorme”. O zagueiro revelou o pedido para que os celulares fossem usados com moderação no local.

“É difícil, é um pouco difícil, porque não estamos acostumados a esse tipo de situação. Mas o Fábio [Mahseredjian, preparador-físico] já falou com cada jogador sobre esse tema. Ontem chegamos um pouquinho tarde, alguns ainda fizeram fisioterapia. Por volta de 1h30, já estava clareando. A orientação é não ficar no celular, em iPad, falando com as pessoas no Brasil, que isso vai atrasar nosso sono”.

Para a partida contra a Costa Rica, a formação brasileira será a mesma da estreia contra os suíços, com: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo