Copa 2018

Ainda dá? Só 7 equipes avançaram em Copas após fazerem 1 ponto em 2 jogos

Matthew Childs/Reuters
Lionel Messi durante o jogo entre Argentina e Croácia Imagem: Matthew Childs/Reuters

Vanderson Pimentel

Do UOL, em São Paulo

22/06/2018 21h00

Se o empate com a Islândia e a derrota para a Croácia deixaram os argentinos céticos para uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo, a vitória da Nigéria contra os escandinavos nesta sexta-feira (22) deu um ar de esperança à alviceleste e embolou a disputa pela segunda vaga do Grupo D.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Para se classificar às oitavas de final, a Argentina precisa vencer a Nigéria e torcer para a Islândia não ganhar da já classificada Croácia. Caso islandeses e argentinos vençam, ambos chegam a quatro pontos e a decisão da vaga será nos critérios de desempate (o primeiro é saldo de gols). Os nigerianos avançam em caso de vitória. Se empatarem, também dependerão do resultado da Islândia.

No Grupo C, a Austrália vive situação parecida por uma vaga nas oitavas de final. Os socceroos encaram o eliminado Peru em busca de uma vitória e também da derrota da Dinamarca para a França por até dois gols de diferença.

Por mais que o modelo atual das Copas com 32 seleções tenha ajudado mais seleções que só fizeram 1 ponto em 2 dois jogos a se classificassem, o retrospecto ainda é negativo. Nos 20 Mundiais que antecederam a Copa na Rússia, apenas sete equipes conseguiram uma vaga no mata-mata após passarem sufoco nas duas primeiras partidas.

A edição com mais equipes classificadas após um início ruim foi a de 2002. No Grupo B, o Paraguai empatou por 2 a 2 com a África do Sul e foi derrotado para a Espanha por 3 a 1 na segunda rodada. Entretanto, uma vitória por 3 a 1 sobre a Eslovênia pôs a equipe nas oitavas de final, fase em que foi eliminada pela vice-campeã Alemanha ao perder por 1 a 0.

Turquia foi longe

Stu Forster/Getty Images
Imagem: Stu Forster/Getty Images

A zebra Turquia teve um caminho mais feliz. Depois de ser derrotada para o Brasil por 2 a 1 e empatar com a Costa Rica por 1 a 1, a seleção europeia bateu a China por 3 a 0 e foi ao mata-mata do torneio. Dentre as seleções que se classificaram no sufoco, são justamente os turcos que possuem a melhor campanha. Depois de um novo revés para o Brasil, agora na semifinal, os europeus ganharam da anfitriã Coreia do Sul por 3 a 2 e ficaram com o terceiro lugar do torneio.

Em 2010, a Eslováquia surpreendeu ao se classificar às oitavas de final ao vencer e eliminar a então campeã Itália por 3 a 2, após empatar por 1 a 1 com a Nova Zelândia e ser derrotada pelo Paraguai por 2 a 0 no Grupo F. Mesmo fazendo jogo duro, a seleção do leste europeu acabou perdendo para a Holanda por 2 a 1 nas oitavas de final.

A última seleção a garantir sua vaga no mata-mata de uma Copa foi a Grécia. Depois de uma derrota acachapante por 3 a 0 contra a Colômbia, os helênicos ainda empataram sem gols com o Japão, antes de baterem a Costa do Marfim por 2 a 1. Sua participação também acabou nas oitavas de final, após a equipe ser eliminada pela Costa Rica nas cobranças de pênaltis, depois de um empate por 1 a 1 na prorrogação.

Uruguai já passou sem vencer

Michael King/Getty Images
Imagem: Michael King/Getty Images

O recordista de classificações apertadas é o Uruguai, que conseguiu suas duas com apenas 1 ponto antes do atual formato de Copas. A Celeste chegou às oitavas de final da 1986 sem ganhar um jogo sequer. A seleção empatou por 1 a 1 com a Alemanha Ocidental, foi goleada pela Dinamarca por 6 a 1 e garantiu sua classificação como quarta melhor terceira colocada do Mundial ao empatar por 0 a 0 com a Escócia, no Grupo E. A equipe acabou sendo eliminada pela Argentina, por 1 a 0.

Quatro anos depois, o Uruguai fez campanha muito semelhante em 1990. A Celeste também passou por ter ficado em quarto entre os melhores terceiros, ao empatar sem gols com a Espanha, perder por 3 a 1 para a Bélgica, mas vencer a Coreia do Sul por 1 a 0. Nas oitavas, a seleção caiu para a Itália, ao perder por 2 a 0.

Coreia do Norte iniciou processo

AP Photo/Bippa, File
Imagem: AP Photo/Bippa, File

A primeira seleção a se classificar depois de um sufoco foi a Coreia do Norte, em 1966. Depois de uma derrota por 3 a 0 contra a União Soviética e um empate por 1 a 1 com o Chile, os asiáticos venceram a Itália por 1 a 0 e avançaram. Em um dos melhores jogos do Mundial vencido pela Inglaterra, a seleção do país socialista perdeu para Portugal de Eusébio por 5 a 3 nas quartas de final.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo