Topo

Islândia

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

"Difícil jogar com esse calor", diz técnico da Islândia após derrota

Heimir Hallgrimsson Islândia Nigéria Copa do Mundo técnico - Nicolas Asfouri/AFP
Heimir Hallgrimsson Islândia Nigéria Copa do Mundo técnico Imagem: Nicolas Asfouri/AFP

Do UOL, em São Paulo

22/06/2018 14h44

Por mais que 28ºC seja considerada uma temperatura normal dentro dos padrões brasileiros, o clima com muito sol não é algo com que os islandeses estejam acostumados. Logo depois da derrota da seleção escandinava por 2 a 0 contra a Nigéria pela Copa do Mundo, o treinador Heimir Hallgrímsson elogiou o desempenho dos rivais, mas reclamou do sol na Arena Volgogrado, nesta sexta-feira (22).

Clique aqui e veja os melhores momentos da vitória nigeriana

- Como foi a primeira vitória da seleção brasileira na Copa da Rússia
- Brasil decide vaga nas oitavas contra a Sérvia: veja a tabela da Copa
-  
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial

"Eles têm um contra-ataque muito perigoso. Eu estava esperando por mais energia de nossa equipe, mas é difícil jogar com esse calor e ficar de um lado para o outro o tempo todo”, reclamou o treinador da Islândia.

Mesmo admitindo que seus jogadores “não criaram muito”, o técnico elogiou a postura dos islandeses na partida. “Eu quero elogiar os jogadores pelo trabalho duro que fizeram. Eles estavam tentando o tempo todo, mas a Nigéria tem uma grande equipe, especialmente quando eles estão em uma posição confortável. O primeiro gol mudou o jogo, nada é mais complicado do que isso”, lamentou.

Hallgrímsson disse que apesar do desgaste físico apresentado contra a Nigéria, a equipe reencontrará forças para o jogo decisivo contra a Croácia, na próxima terça-feira (26).

"Nós não estávamos criando muito, mas eu teria gostado de 0 a 0. É claro que muita energia foi gasta neste jogo, mas agora precisamos coletar forças. Precisamos trabalhar para a partida contra a Croácia e essa não é exatamente a situação em que queríamos estar. Eles estão jogando maravilhosamente bem, mas vamos dar tudo para esse jogo e vamos ver onde ele vai conosco. Não há mais nada a fazer senão nos prepararmos para vencer a Croácia ", disse.

Mais Islândia