Topo

Bélgica

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Técnico da Bélgica brinca após elogios ao VAR: "agora estou com medo"

CARL RECINE/REUTERS
Técnico da Bélgica, Roberto Martínez, durante entrevista coletiva Imagem: CARL RECINE/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

22/06/2018 16h28

O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, mostrou um lado superstícioso e descontraído nesta sexta-feira (22) ao falar sobre o árbitro de vídeo na Copa do Mundo. Após elogiar a presença do VAR na Rússia, o treinador lamentou por ter "secado" a própria seleção e se mostrou conformado em ver a tecnologia sendo utilizada contra a sua equipe na próxima partida.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Acho que [o VAR] é uma coisa muito boa nesta Copa do Mundo. Mas eu não deveria ter dito isso porque agora será usado contra nós, eu sinto isso. Mas temos que ser honestos: isso faz justiça e é disso que tudo se trata. Um cartão vermelho é um cartão vermelho, um pênalti é um pênalti. Mesmo que o árbitro não veja isso. Agora está correto, é um bom negócio. Todos elogios ao VAR. Mas agora estou com medo. Provavelmente teremos uma decisão do vídeo contra nós amanhã [contra a Tunísia]", brincou o técnico em entrevista coletiva.

A atual edição da Copa do Mundo é a primeira a contar com o sistema de árbitro de vídeo durante as partidas. A tecnologia entrou em ação pela primeira vez na competição no confronto entre França e Austrália, quando a arbitragem usou o recurso para assinalar pênalti em cima de Antoine Griezmann.

Apesar da brincadeira, Martínez se mostrou favorável ao VAR e disse que a tecnologia tem sido bem utilizada na Copa do Mundo. Pelo menos até agora.

"Sou à favor do VAR. Isso ajuda os árbitros, traz mais justiça. Mas temos que ser pacientes. É algo novo e ainda vai levar tempo [para aperfeiçoar]. Até agora, o VAR é um sucesso. Mas vamos esperar até amanhã", acrescentou o treinador, novamente em tom descontraído.

Bélgica e Tunísia se enfrentam às 9h (horário de Brasília) deste sábado (23), em Moscou, pela segunda rodada do Grupo G.

Mais Bélgica