Topo

Seleção Brasileira


VAR cancela pênalti marcado em cima de Neymar

REUTERS/Marcos Brindicci
Neymar simula falta em lance decisivo do jogo contra a Costa Rica Imagem: REUTERS/Marcos Brindicci

Do UOL, em São Paulo

2018-06-22T10:36:29

22/06/2018 10h36

Criticado por simular faltas e exagerar mesmo quando é tocado, Neymar acabou sendo protagonista de lance decisivo do duelo entre Brasil e Costa Rica, nesta sexta-feira (22), em São Petersburgo, quando o jogo estava 0 a 0.

Em lance aos 34 minutos do segundo tempo, o atacante do Brasil teve a chance de marcar o gol pela esquerda da área, tentou o drible e foi interceptado por González. O toque foi leve, mas o brasileiro se jogou no chão. 

O árbitro holandês Bjorn Kuipers inicialmente marcou o pênalti, mas depois da reclamação dos jogadores da Costa Rica, decidiu consultar o VAR.

E o auxiliar de vídeo confirmou o que já estava claro na imagem da televisão: Neymar exagerou. A decisão de Kuipers acabou sendo por anular o pênalti e marcar falta para a Costa Rica, considerando simulação de Neymar.

A arbitragem já havia sido protagonista do empate em 1 a 1 com a Suíça, no domingo. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reclamou da não marcação de falta sobre Miranda no gol suíço e de um pênalti supostamente cometido em Gabriel Jesus e não marcado.

Depois de fazer uma queixa formal à Fifa, solicitando ouvir o áudio da comunicação entre o árbitro mexicano e os árbitros de vídeo, mas a federação internacional negou.

Mais Seleção Brasileira