Copa 2018

Hazard e Lukaku brilham, Bélgica arrasa Tunísia e encaminha classificação

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/06/2018 10h55

A talentosa geração belga é quem joga o melhor futebol na Copa do Mundo na Rússia. Tendo à disposição nomes como Eden Hazard, Kevin De Bruyne e Romelu Lukaku, o pequeno país europeu obteve a segunda vitória na competição e praticamente carimbou um lugar para a próxima fase. Na Arena Otkrytie, em Moscou, a equipe comandada por Roberto Martínez goleou a Tunísia por 5 a 2, neste sábado (23), com uma exibição categórica e imponente.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Início "maluco" de Bélgica x Tunísia faz Copa da Rússia bater recorde
- Técnico da Tunísia chora durante execução do hino em duelo com a Bélgica

Copa-2018: Assista aos gols de Bélgica 5 x 2 Tunísia

Em pouco mais 10 min os belgas já possuíam dois gols de vantagem, em lances de Hazard e Lukaku. Os tunisianos, que perderam para a Inglaterra na primeira rodada com um tento nos acréscimos, ameaçaram engrossar o jogo e diminuíram com Bronn. Porém, confiante e letal nos contra-ataques, o time europeu transformou a vitória em goleada.

Mais do que o placar elástico, a Bélgica deu um recado. Novamente com Lukaku (fim do primeiro tempo) e Hazard (início do segundo), a equipe passou por um sistema defensivo seguro e mostrou força. Foi um domínio quase completo antes do primeiro grande desafio para o elenco na Rússia. Nos acréscimos, Batshuayi ainda fez o quinto e Khazri anotou o segundo dos tunisianos.

Depois de duas vitórias, a Bélgica terá pela frente um importante duelo contra a Inglaterra, marcado para o dia 28, às 15h (de Brasília), em Kalingrado. A partida, além de surgir como um teste de força e maturidade para a geração de Hazard, também vale a liderança do grupo G. Os tunisianos, praticamente eliminados, se despedem na mesma data e horário contra o Panamá, em Saransk.

Quem foi bem: Eden Hazard

Shaun Botterill/Getty Images
Hazard teve grande atuação e comandou a goleada belga sobre a Tunísia Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

Talvez o grande símbolo desta geração por atuar no mais alto nível europeu há pelo menos seis anos, Eden Hazard recebeu a faixa de capitão e se comportou como uma referência para os belgas neste sábado. Foram dois gols contra os tunisianos, chegando a três na Copa.

Quem foi mal: Meriah e Ben Alouane

A dupla de zaga tunisiana sofreu diante dos belgas. Enquanto contra a Inglaterra todo o sistema defensivo se destacou e segurou a seleção campeã mundial em 1966 por quase 90 min, neste sábado a situação foi diferente. Os dois centrais perderam quase todas as disputas individuais, tanto no corpo contra Lukaku como no jogo rápido de transição feito pelos europeus. Atuação para se esquecer.

Fique de olho, Ronaldo

Grigory Dukor/Reuters
Lukaku igualou Cristiano Ronaldo e briga pela artilharia da Copa do Mundo Imagem: Grigory Dukor/Reuters

Cristiano Ronaldo largou como o mais forte candidato ao prêmio de artilheiro da Copa do Mundo. Entretanto, o português já tem companhia nesta disputa individual. Assim como na estreia, Lukaku balançou as redes em duas oportunidades e chegou aos mesmos quatro gols do craque do Real Madrid. A disputa promete ser boa com o camisa 9 belga.

Vai passar mal?

Reprodução
Nagguez vomita antes do 2º tempo de Bélgica x Tunísia Imagem: Reprodução

Uma cena peculiar marcou a volta do intervalo tunisiano. Naguez, que entrou ainda no primeiro tempo para substituir o lesionado Bronn, passou mal. Depois de se reunir com o restante do time, o camisa 21 se afastou dos companheiros e vomitou em pleno gramado da Arena Otkrytie.

Esquema mais ofensivo da Copa

A Bélgica de Roberto Martínez ataca sem dó. São três zagueiros com qualidade para sair com a bola nos pés, Kevin De Bruyne mais recuado do que costuma jogar no Manchester City e três atacantes que misturam criatividade, velocidade e eficiência (Hazard, Mertens e Lukaku). Neste 3-4-3, os belgas chegam a atacar com até oito atletas, número que serve para vencer retrancas como a do Panamá e a da Tunísia.

Técnico chora em hino

Grigory Dukor/Reuters
Técnico tunisiano se emocionou durante a execução do hino do país africano Imagem: Grigory Dukor/Reuters

Ex-jogador da seleção da Tunísia e hoje técnico, Nabil Maaloul chorou copiosamente durante a execução do hino do país e centralizou a atenção das câmeras pré-jogo durante a transmissão oficial da Fifa. O comandante da equipe africana precisou sentar-se no banco de reservas para se recuperar antes de a bola rolar.

Água mole, pedra dura...

Shaun Botterill/Getty Images
Batshuayi comemora depois de balançar as redes; foram cinco finalizações no jogo Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

O placar estava construído, mas o fim de jogo teve um capítulo à parte graças a Batshuayi. O centroavante entrou no segundo tempo e teve cinco finalizações, três claríssimas para deixar a sua marca na partida. De tanto tentar, o jogador do Borussia Dortmund acabou premiado no fim do jogo ao anotar o quinto da Bélgica, que igualou a Rússia como melhor ataque da Copa.

FICHA TÉCNICA
BÉLGICA 5 x 2 TUNÍSIA

Local: Arena Otkrytie, em Moscou (Rússia)
Data: 23 de junho de 2018 (sábado)
Horário: 9h (de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (Estados Unidos)
Assistentes: Corey Rockwell (Estados Unidos) e Juan Zumba (El Salvador)
Cartões Amarelos: Sassi (Tunísia)

Gols:
BÉLGICA: Eden Hazard, aos 6min do 1º tempo e aos 6min do 2º tempo; Lukaku, aos 16min e aos 48min do 1º tempo; Batshuayi, aos 45min do 2º tempo
TUNÍSIA: Bronn, aos 17min do 1º tempo; Khaziri, aos 47min do 2º tempo

BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Boyata e Vertonghen; Meunier, De Bruyne, Witsel e Carrasco; Mertens (Tielemans), Lukaku (Fellaini) e Eden Hazard (Batshuayi).
Técnico: Roberto Martínez.

TUNÍSIA: Ben Mustapha; Bronn (Naguez), Ben Youssef S. (Ben Alouane), Meriah e Maaloul; Khaoui, Skhiri e Sassi (Sliti); Ben Youssef F., Khazri e Badri.
Técnico: Nabil Maaloul.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo