Copa 2018

CR7 brilhou até aqui, mas grandes atuações na Copa estão ameaçadas pelo Irã

AFP PHOTO / PIERRE-PHILIPPE MARCOU
Cristiano Ronaldo lamenta lance em jogo entre Portugal e Espanha na estreia da Copa Imagem: AFP PHOTO / PIERRE-PHILIPPE MARCOU

Vanderson Pimentel

Do UOL, em São Paulo

24/06/2018 21h00

Eleito o melhor jogador do mundo nas últimas duas temporadas, Cristiano Ronaldo viu suas chances de conquistar a sexta Bola de Ouro aumentarem após ter feito os quatro gols de Portugal na Copa do Mundo e os desempenhos de Lionel Messi e Mohamed Salah serem prejudicados neste Mundial por atuações ruins de Argentina e Egito.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Entretanto, o jogador precisará de mais uma grande atuação e da ajuda dos companheiros nesta segunda-feira (25), em busca de ao menos um empate contra o Irã, na Arena Mordovia, em Saransk. Com 4 pontos na competição, Portugal terá um confronto direto na busca para garantir uma das duas vagas do Grupo B contra uma seleção sem astros, mas que fez jogos convincentes no Mundial da Rússia e conseguiu 3 pontos em dois jogos.

Por mais que o Marrocos tenha criado mais chances no primeiro jogo, o Irã saiu vencedor após o atacante Aziz Bouhaddouz fazer um gol contra. Na última quarta-feira (20), a seleção do Oriente Médio fez um excelente segundo tempo e chegou a pressionar bastante a Espanha, mas acabou derrotada por 1 a 0.

Por mais que nenhum de seus 23 jogadores tenha feito um gol sequer nos dois jogos em que disputou pela Copa do Mundo, o Irã surpreendeu pela forma como vem atuando na Rússia. Para superar as adversidades de um time sem grandes jogadores que se destacam individualmente, o técnico Carlos Queiroz montou uma equipe com um sistema defensivo bem fechado e que explora os erros de marcação dos rivais com contra-ataques em que os atletas trabalham também em conjunto.

O Irã teve a melhor defesa das Eliminatórias Asiáticas para a Copa, levando apenas 5 gols em 20 jogos, e marcou 36. A campanha fez a seleção ser a terceira a garantir uma vaga no Mundial, ficando apenas atrás da anfitriã Rússia e do Brasil.

O futebol coletivo da equipe de Carlos Queiroz se opõe às atuações apresentadas até aqui por Portugal, que se mostrou muito dependente de seu astro. Jogando no contra-ataque contra a Espanha, a equipe de Fernando Santos teve chances claras de gol com Gonçalo Guedes no primeiro tempo, que foram desperdiçadas pelo atleta do Valencia. Os três gols da equipe no empate por 3 a 3 foram marcados por Cristiano Ronaldo, sendo que dois foram provenientes de lances com bola parada.

Para o jogo contra o Marrocos, o treinador chegou a trocar Bruno Fernandes por João Mario com o intuito de controlar a posse de bola. Mas o gol de seu camisa 7 aos cinco minutos da primeira etapa fez Portugal recuar. A seleção só garantiu a vitória por 1 a 0 por conta da grande atuação do goleiro Rui Patrício na etapa final.

Números: CR7 supera Irã inteiro

Por mais que a dependência por um jogador seja prejudicial a uma equipe, Cristiano Ronaldo faz valer a confiança depositada. Seus números na Copa do Mundo o colocam a frente de todo o time do Irã na parte ofensiva, segundo o site Footstats. O português finalizou em seis ocasiões ao todo na Copa, e nas quatro que acertou a direção do gol, marcou três tentos em Portugal e um no Marrocos, conseguindo quase 100% de aproveitamento.

Para comparação, os iranianos conseguiram acertar a direção do gol somente duas vezes e errou em outras 9 tentativas nos seus jogos pelo Mundial. Os atacantes Alireza Jahanbakhsh e Sardar Azmoun deram um chute cada no gol do marroquino Munir Mohamedi, na primeira rodada. Contra a Espanha, no único chute que chegou à trave de David De Gea, o árbitro Andrés Cunha invalidou o gol do volante Saeid Ezatolahi após consultar o árbitro de vídeo.

Vale tudo?

Prevendo a dificuldade contra Cristiano Ronaldo e Portugal, os iranianos também tentaram colaborar para a vitória de sua seleção na madrugada desta segunda-feira (25) na Rússia. Torcedores foram ao hotel em que a delegação europeia está hospedada para fazer barulho e incomodar o sono dos atletas. Em determinado momento, o próprio Cristiano Ronaldo apareceu na janela e pediu para que os iranianos parassem de fazer barulho para ele conseguir dormir para o jogo.

Apesar do imenso favoritismo, os atuais vencedores da Eurocopa seguem adotando um discurso de respeito ao Irã, principalmente após os jogos da equipe na Copa. "Eles mostraram as suas capacidades com Marrocos e Espanha, onde revelaram organização defensiva, mas também capacidade no contra-ataque. Vai ser um jogo muito duro. Vai ser extraordinariamente difícil para as duas equipes. Quero ganhar e estar nas oitavas de final. Vai ser uma batalha dura. O Irã é uma grande seleção ao contrário do querem fazer parecer", afirmou o técnico Fernando Santos.

Vice-artilheiro com 4 gols e um dos principais nomes da Copa da Rússia até aqui, Cristiano Ronaldo será o principal atrativo da favorita Portugal. Mas o camisa 7 e seus companheiros terão pela frente uma equipe que não só defende bem, mas também sabe aproveitar erros e mostrou que pode chegar às oitavas de final de uma Copa do Mundo apresentando um bom futebol.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo