Copa 2018

Goleiros falham e Japão empata com Senegal, mas lidera grupo pelos cartões

Do UOL, em São Paulo

24/06/2018 13h51

O Japão buscou duas vezes a igualdade no placar e empatou por 2 a 2 com Senegal neste domingo (24), em Ecaterimburgo, pela segunda rodada do grupo H na Copa do Mundo. Em jogo com falhas dos goleiros dos dois lados, Inui e Honda fizeram para os asiáticos, enquanto Mané e Wagué marcaram para os africanos.

- Assista aos gols de Japão 2 x 2 Senegal

O resultado deixa o Japão na liderança do grupo pelo critério do fair play, com campanha idêntica à de Senegal, mas menos cartões amarelos recebidos (três contra cinco). As duas equipes possuem quatro pontos. No outro jogo da chave neste domingo, a Colômbia bateu a Polônia por 3 a 0, somou seus primeiros três pontos e eliminou a cabeça de chave europeia.

Na rodada decisiva, na próxima quinta-feira (28), às 11h, o Japão enfrenta a eliminada Polônia em Volgogrado e só precisa de um empate para garantir a classificação. Nos mesmos dia e horário, Senegal encara a Colômbia, em Samara, também precisando só empatar.

O melhor: Mané

Andrew Couldridge/Reuters
Imagem: Andrew Couldridge/Reuters

O gol veio na sorte e na falha do goleiro Kawashima, mas o camisa 10 de Senegal foi o principal motor das ações ofensivas da equipe. Foi dele o belo passe que iniciou a jogada do segundo gol. O capitão motivou seus companheiros a todo momento e mostrou qualidade em arrancadas para o gol.

O pior: Khadim N'Diaye

Os dois goleiros tiveram falhas cruciais, mas pelo menos o japonês Kawashima se redimiu com uma defesa cara a cara com Niang. Já Khadim N'Diaye deixou a vitória senegalesa escapar com uma saída toda atrapalhada no segundo tempo. Ele já havia dado alguns sustos em jogadas do tipo no decorrer da partida.

Goleiro japonês falha e Mané abre o placar

Vadim Ghrida/AP
Imagem: Vadim Ghrida/AP

Senegal começou a partida pressionando o Japão no campo de ataque e incomodou a troca de passes do adversário. Mas foi em um vacilo do goleiro Kawashima que saiu o primeiro gol. O lateral Sabaly ficou com a bola na esquerda da área e bateu em cima do camisa 1 japonês, mas em vez de encaixar, ele socou a bola em cima de Mané. Ela bateu na perna do senegalês e entrou.

Senegal recua e Japão empata

Marcos Brindicci/Reuters
Imagem: Marcos Brindicci/Reuters

Depois de ficar na frente, Senegal recuou suas linhas de marcação e ficou à espera do contra-ataque. Mas o Japão mostrou novamente que é um time que sabe jogar com a bola no pé. Com bastante movimentação e troca de passes, o time asiático foi encurralando o rival até empatar. Shibasaki lançou o lateral Nagatomo, que dominou e serviu Inui na área. O meia ajeitou para o pé direito e colocou com categoria no canto do goleiro.

Kawashima se redime com defesa cara a cara

Se o Japão trabalhava bem a bola, tinha dificuldades para lidar com o jogo físico e direto dos senegaleses. A seleção africana teve uma grande chance de fazer o segundo gol aos 38 minutos, quando Niang ganhou na área e ficou frente a frente com Kawashima, mas o goleiro japonês se redimiu da falha no gol e fez uma grande defesa à queima-roupa.

Japão perde gols incríveis no segundo tempo

Marcos Brindicci/ Reuters
Imagem: Marcos Brindicci/ Reuters

Tocando melhor a bola e aproveitando os espaços deixados pelo Senegal, o Japão perdeu duas chances impressionantes na segunda etapa. Primeiro, Shibasaki escapou pela direita e cruzou na medida para Osako, mas o centroavante furou na pequena área. Depois, Osako deu lindo toque de calcanhar para Inui, que bateu colocado buscando o ângulo, mas a bola parou no travessão.

Senegal marca em bela jogada coletiva

A seleção africana estava levando mais perigo na velocidade. Mas quando botou a bola no chão e trocou passes, chegou ao segundo gol. Mané acionou o lateral Sabaly na área e ele deu um lindo giro em cima da marcação de Shibasaki antes de cruzar rasteiro. Niang não dominou, mas a bola sobrou para Wagué encher o pé e balançar a rede.

Goleiro senegalês "retribui" o presente

Anne-Christine Poujoulat/AFP
Imagem: Anne-Christine Poujoulat/AFP

Com Senegal vencendo por 2 a 1, foi a vez de o goleiro Khadim N'Diaye falhar. Ele saiu muito mal em cruzamento para a área e ficou perdido, deixando o gol totalmente desprotegido. Melhor para o experiente Keisuke Honda, que havia acabado de entrar e só precisou bater para o gol vazio para empatar o jogo de novo.

FICHA TÉCNICA

Japão 2 x 2 Senegal

Local: Arena Ecaterimburgo, em Ecaterimburgo (Rússia)
Data: 24/06/2018
Horário: 12h (de Brasília)
Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)
Assistentes: Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini (Itália)

Gols: Mané, aos 11, e Inui, aos 34 minutos do 1º tempo; Wagué, aos 25, e Honda, aos 32 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Inui e Hasebe (Japão); Niang, Sabaly e Ndoye (Senegal)

Japão: Kawashima; Hiroki Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Shibasaki e Hasebe; Haraguchi (Okazaki), Kagawa (Honda) e Inui (Usami); Osako. Técnico: Akira Nishino

Senegal: Khadim N'Diaye; Wagué, Sané, Koulibaly e Sabaly; Alfred N'Diaye (Kouyaté); Sarr, Badou N'Diaye (Ndoye), Gueye e Mané; Niang (Diouf). Técnico: Aliou Cissé

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo