Polônia

"Muitas coisas nesta Copa não funcionaram como deveriam", diz Lewandowski

Alex Livesey/Getty Images
Robert Lewandowski lamenta derrota da Polônia contra a Colômbia Imagem: Alex Livesey/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/06/2018 18h28

Os desapontamentos pela derrota contra a Colômbia por 3 a 0 e pela eliminação precoce da Polônia na Copa do Mundo não foram escondidos por Robert Lewandowski. Após o fim do jogo, o atacante e capitão da equipe europeia deixou uma crítica no ar relacionada à preparação da equipe antes do início do Mundial.

Assista aos gols de Polônia 0 x 3 Colômbia

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Não há nada mais que pudéssemos fazer. Eu acho que não havia mais nada a ser feito. Muitas coisas nesta Copa do Mundo não funcionaram como deveriam", afirmou à emissora TVP Sport ainda nas dependências da Arena Kazan.

O lateral esquerdo Maciej Rybus foi outro a admitir a superioridade dos rivais. Além disso, o jogador disse que a Colômbia possui um time melhor que o Senegal, que bateu a Polônia por 2 a 1 na primeira rodada.

"Nós enfrentamos eles num dois contra um ou três contra dois. O Cuadrado jogou pelo meu lado e vinha o James. Era difícil acompanhá-los. Conseguimos marcá-los apenas por 20 minutos. Eles jogaram futebol e nós não os acompanhamos", admitiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Polônia

Topo