Topo

Peru

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Após bater cabeça em treino, Farfán desfalca Peru e verá jogo de clínica

Ricardo Moraes - 16.jun.2018/Reuters
Farfán, do Peru, disputa bola com o volante Kvist, da Dinamarca Imagem: Ricardo Moraes - 16.jun.2018/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2018-06-25T06:18:42

2018-06-25T06:37:09

25/06/2018 06h18Atualizada em 25/06/2018 06h37

Após cair e bater a cabeça em um treino, sofrendo um traumatismo cranioencefálico, o atacante Jefferson Farfán desfalcará a seleção peruana no jogo pela última rodada do grupo C, contra a Austrália, na terça-feira (26), às 11h (horário de Brasília), em Sochi. Por recomendação médica, ele não irá ao Estádio Olímpico de Fisht e assistirá à partida do hospital onde foi internado.

Sonho ao pesadelo em 128 minutos: como "conto de fadas" de Guerrero ruiu
- Gareca diz que Peru vai "melhorar muito" após experiência na Copa
- Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas

O jogador participava de treinamento, quando se chocou com um dos goleiros e caiu de mau jeito, segundo a delegação do Peru. Depois da queda, ele não conseguia se movimentar, preocupando os companheiros de equipe, e foi levado ao hospital. Farfán passou por exames e, de acordo com o médico da seleção do país, permaneceu internado para ficar sob observação.

Técnico da seleção peruana, o argentino Ricardo Gareca comentou, em entrevista coletiva nesta segunda (25), o incidente envolvendo Farfán e falou que o jogador deve ficar 72 horas internado antes de receber alta. O tempo está previsto nos protocolos médicos russos. “Nós estávamos preocupados, mas temos que reconhecer não apenas agradecendo a reação imediata de nosso comando médico, como também a Rússia, que está preparada e deu atenção imediata”, disse.

O atacante se manifestou sobre seu estado de saúde em seu perfil no Instagram, nesta segunda. Ele agradeceu pelos cuidados e pelo apoio dos torcedores. Também afirmou que precisa se recuperar. “Morro de vontade de estar com meus companheiros no último jogo, mas por recomendações médicas é algo impossível. Só posso ficar para apoiar minha equipe e a comissão técnica daqui da clínica”, declarou.

Com duas derrotas por 1 a 0 em dois jogos, contra Dinamarca e França, respectivamente, a seleção do Peru está eliminada da Copa do Mundo e enfrenta a Austrália no jogo de despedida. A participação no Mundial foi a primeira da equipe sul-americana após um hiato de 36 anos. “Confio muito na equipe e sei que eles vão me dar alegria. Este é o grande começo do que está vindo para nossa seleção”, concluiu Farfán.

Mais Peru