Brasil

CBF tenta manter Coronel Nunes sob controle em passagem por Moscou

Mauro Pimentel/AFP
Coronel Nunes durante tour de imprensa na Granja Comary em maio Imagem: Mauro Pimentel/AFP

Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone

Do UOL, em Sochi (Rússia)

25/06/2018 04h00

A seleção brasileira desembarca na noite desta segunda (25), em Moscou, para o jogo de quarta, contra a Sérvia. E uma das preocupações nos bastidores é manter o presidente da CBF, Coronel Nunes, afastado dos holofotes da delegação. Com perfil boleiro, o cartola gosta de marcar presença em treinos e atividades. No entanto, a coleção de problemas nos últimos dias fez com que os dirigentes da confederação passassem a temer uma aparição pública da figura. O desejo da CBF é fazer com que Nunes cumpra apenas sua agenda oficial, sem maiores aparições diante das câmeras ou contato com os microfones. Há um receio interno que o conturbado ambiente que envolve o Coronel atrapalhe o time de Tite às vésperas de um duelo decisivo.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo