Brasil

Miranda diz que "ficou p..." por não ter sido convocado para Copa em 2014

reprodução/YouTube
Imagem: reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

25/06/2018 20h30

Os zagueiros escolhidos por Luiz Felipe Scolari para a Copa de 2014 foram David Luiz, Thiago Silva, Dante e Henrique. Miranda, que havia acabado de ser campeão espanhol com o Atlético de Madri, não foi convocado. Em longa entrevista publicada nesta segunda no canal “Pilhado”, no YouTube, em meio à disputa do Mundial da Rússia, o atual zagueiro da Internazionale de Milão admitiu que se irritou por não ter sido lembrado por Felipão.

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

“Fiquei p..., bastante. Fiquei p... e surpreso por não ter ido. Eu estava em um momento bom, jogando muito no Atlético. Estava confiante e acho que poderia ajudar muito a seleção naquela Copa. Não sei se poderia ser titular, cada treinador tem suas prioridades, eu entendo e respeito, mas poderia contribuir muito com a seleção”, começou Miranda.

“Poderia apertar e fazer com que os titulares rendessem muito mais, porque saberiam que um jogador de mesmo nível estaria louco para entrar. A minha não ida deixou quem ia jogar mais confiante, mas, ao mesmo tempo não os pressionou para jogarem melhor. Fiquei p..., fiquei p..., sempre deixei claro”, avaliou o zagueiro. “Fiquei triste, um pouco desiludido”.

“Foi opção do treinador, mas eu poderia ajudar não só o treinador, e sim toda a seleção brasileira, (...) Eu estava acompanhando a convocação e achei que iria. Eu tinha 90% de chance de ir, no meu ponto de vista. Só que esses 10% prevaleceram. Eu não deixei de ir por técnica ou tática, foi por opção. Uma escolha e acabou. Mas eu fiquei tranquilo, fiz o meu melhor, poderia ir e não fui porque uma pessoa decidiu”, completou.

No entanto, em outubro de 2014, foi convocado por Dunga para a disputa do Superclássico das Américas, torneio amistoso vencido pelo Brasil contra a Argentina. Também tem sido peça importante desde que Tite assumiu a seleção em junho de 2016, e, ao lado de Thiago Silva, é titular da equipe na Copa do Mundo de 2018.

“Penso em escrever mais um passo, mais uma linha na história da seleção brasileira. Penso em ganhar esse título e ser mais um jogador campeão do mundo. O Brasil é favorito, a gente não esconde isso. É o grande favorito, somos pentacampeões do mundo. Hoje temos os melhores jogadores, temos condições de ganhar essa Copa, sim, e temos condições de enfrentar qualquer seleção de igual para igual”, afirmou.

Miranda não só acredita que a seleção tem os melhores do mundo, como ainda é enfático ao dizer que, hoje, Neymar é um atleta mais difícil de se marcar que Messi ou Cristiano Ronaldo. “O Neymar é mais difícil de se marcar porque além de muito técnico, é rápido e tem o improviso brasileiro. É difícil até fazer falta nele! Fora que com o corpinho dele, qualquer pancada parece que a falta é ainda mais feia”, respondeu.

“Dentro de pouco tempo, o Neymar vai ser o melhor do mundo. É o que tem mais potencial de crescimento e improviso. O Cristiano todo mundo sabe quem é, o Messi surpreende porque hora ou outra faz uma jogada impressionante pela qualidade que tem. Só que o Neymar está melhorando mais a cada dia. Desses três, o Messi foi o melhor, Cristiano alcançou pelas suas qualidades, e o Neymar é o principal rival”, concluiu.

Veja a entrevista na íntegra abaixo:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo