Topo

Copa 2018


Brasileiros fanáticos pela Argentina sofrem e vão ao delírio em bar de SP

Daniel Lisboa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2018-06-26T21:16:23

26/06/2018 21h16

Brasileiro com camisa e cachecol da Argentina? Tem. Brasileiro pulando e gritando enlouquecidamente pela Argentina? Tem. Brasileiro xingando desesperado a cada passe errado da Argentina? Tem. Brasileiro cantando Brasil, decime qué se siente e mandando um “c...” para outros brasileiros?

Acredite, tem também. Ou teve, durante a dramática vitória contra a Nigéria por 2 a 1 na tarde de hoje (26).

O Moocaires, bar argentino na Zona Leste de São Paulo e já consagrado ponto de encontro de torcedores, virou arquibancada mais uma vez. Com duas TVs, o piso inferior do lugar ficou abarrotado de gente vestindo azul e branco.

Eles acompanharam o jogo como se estivessem no estádio. Reproduziram cantos clássicos da torcida argentina e apoiaram mesmo quando a Copa já parecia passado. Só não teve a famosa avalanche na hora dos gols porque provavelmente muita gente sairia ferida.

Que o Moocaires teria argentinos natos entre seu público era de se imaginar. O que talvez surpreenda muita gente é que, entre os torcedores mais entusiasmados, a maioria era de brasileiros. Eles torciam como se fosse o jogo decisivo do time do coração, algo curioso já que a rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol muitas vezes extrapola para a falta de noção e agressividade gratuita.

O UOL Esporte conversou com alguns deles para entender o que leva brasileiros a se identificarem tanto com uma seleção estrangeira. Terminada a partida, eles foram para a rua cantar a famosa musiquinha que diz que Maradona é maior que Pelé.

Abordado pela reportagem, um brasileiro nem conseguiu dar entrevista, tão nervoso e emocionado estava com a classificação, 

Mais Copa 2018