Argentina

Deus não nos deixaria fora, comemora Messi após classificação argentina

Alex Livesey/Getty Images
Para camisa 10, seleção argentina merecia a alegria da classificação às oitavas de final Imagem: Alex Livesey/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 17h18

A vitória da Argentina sobre a Nigéria por 2 a 1 deixou aliviado o principal astro da equipe: Lionel Messi. Após o jogo desta terça-feira pela terceira rodada do Grupo D, o camisa 10 comemorou a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, na Rússia – que, para ele, é uma alegria merecida.

- Assista aos gols de Nigéria 1 x 2 Argentina
- Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

“Estávamos confiantes de que íamos ganhar esta partida. É maravilhoso ganhar desta maneira. É uma alegria merecida”, disse Messi na saída de campo em São Petersburgo. “Sabia que Deus estava com a gente e não nos deixaria fora”, acrescentou.

Com o resultado, os argentinos passaram à segunda fase com o segundo lugar na chave, somando quatro pontos. O primeiro lugar ficou com a Croácia, que venceu suas três partidas e somou nove pontos. Nigéria (três pontos) e Islândia (um ponto) foram eliminadas.

Classificado, Messi fez questão de retribuir o apoio da torcida. “Agradeço a todos que estão aqui, por todo o sacrifício, e a todos que estão na Argentina que estiveram sempre conosco. A camiseta da seleção está acima de tudo”, declarou, indo além e reforçando os méritos de sua equipe.

“Merecemos, por tudo que estamos brigando, sofrendo, com sacrifício. Sabíamos que o jogo seria difícil, (então) buscamos ter a bola. Infelizmente tomamos o empate, mas conseguimos. É muito difícil pensar nisso agora", afirmou ainda, já do lado de fora do campo.

Sofrimento antes das oitavas

Em entrevista coletiva, o astro do Barcelona foi questionado a respeito do sofrimento da partida. E reconheceu que o gol de Marcos Rojo desafogou a equipe em campo.

“A verdade é que não, não me lembro de ter sofrido tanto. Foi um alívio muito grande para todos nós, porque a situação estava muito complicada pelos resultados que trazíamos das partidas anteriores. Por sorte, conseguimos o objetivo que sabíamos que queríamos fazer. Não queríamos sofrer tanto assim, mas confiávamos que conseguiríamos”, disse.

Nas oitavas de final, a Argentina enfrentará a França, líder do Grupo C. O jogo acontece no sábado (30), em Kazan. E o próprio Messi já alerta para as qualidades da equipe comandada por Didier Deschamps.

“Claro, vimos todas as partidas da França, assim como vimos todas as partidas do Mundial. A seleção francesa é completa, jogadores individualmente de primeiro nível. Tem boas estruturas, um meio de campo muito bom e no ataque tem jogadores muito rápidos. Tem companheiros que eu conheço muito bem, no ataque e na defesa, mas agora eles querem avançar com a seleção deles. Conheço muito bem a seleção que nos espera”, analisou o astro, companheiros dos franceses Samuel Umtiti e Ousmane Dembélé no Barcelona.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Argentina

Topo