Copa 2018

Irritada com Argentina, Croácia pega Islândia com destino da rival nas mãos

Natacha Pisarenko/AP
O meia Modric treina com a seleção croata para o jogo com a Islândia Imagem: Natacha Pisarenko/AP

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 04h00

Os croatas não estão felizes com os argentinos nesta Copa do Mundo. Acusações de arrogância e brigas entre torcedores movimentaram os ânimos dos dois lados desde o confronto vencido pela Croácia por 3 a 0. Nesta terça-feira, curiosamente, o destino da Argentina passa exatamente pela Croácia, que enfrenta a Islândia às 15h, em Rostov, pela rodada final do Grupo D.

Só 7 equipes avançaram em Copas após fazerem 1 ponto em 2 jogos
Zagueiro croata: "Se Modric fosse alemão ou espanhol seria Bola de Ouro"
Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas

Com a Croácia já classificada e precisando apenas de um empate para ficar com o primeiro lugar da chave, a Islândia entra em campo tentando repetir seu desempenho nas Eliminatórias. As duas seleções se enfrentaram duas vezes - uma vitória para cada -, mas os islandeses jogaram os croatas para a repescagem. Argentina e Islândia têm 1 ponto cada e precisam vencer e ainda esperar pelo placar da rival - os bicampeões pegam a Nigéria também às 15h.

A "crise" entre croatas e argentinos começou com uma briga de torcedores nos corredores do estádio em Nizhny Novgorod. A Fifa multou a AFA em valor equivalente a R$ 402 mil, porque torcedores também atiraram objetos em campo e entoaram cantos homofóbicos. A federação da Croácia foi multada em R$ 49 mil. Identificados, envolvidos foram banidos dos estádios da Copa.

Ao sair de campo depois da vitória por 3 a 0, o atacante croata Ante Rebic disse que desistiu de trocar de camisa com a maior estrela argentina. “Para ser honesto, eu queria dar a camisa do Messi para um amigo que é grande fã do Léo, mas os argentinos deixaram uma impressão tão ruim que eu desisti de pedir a camisa”, disse em entrevista ao site "Goal".

Em um dos lances polêmicos, Otamendi deu um forte chute na bola muito perto da cabeça de Rakitic, que estava caído no chão. A atitude do defensor argentino rendeu um princípio de confusão dentro de campo, e o zagueiro foi punido com cartão amarelo. “Honestamente, eu esperava muito mais, ao menos dos jogadores que jogam o Campeonato Inglês, que estão mais acostumados a esses duelos. Você viu Nicolas Otamendi. Aos quatro minutos, Mandzukic passou por ele, e ele ficou rolando no chão. Fiquei desapontado pelo comportamento deles e a falta de fair play, sem mencionar o quanto eles nos provocaram. Um atleta tem que saber lidar com a derrota", disse Rebic.

Khaled Desouki/Reuters
Imagem: Khaled Desouki/Reuters

Embora possa selar a eliminação da Argentina na Copa do Mundo, não é razoável imaginar que os croatas possam fazer corpo mole contra a Islândia. Além do provável desejo de devolver as derrotas sofridas nas Eliminatórias, os jogadores sabem que garantir o primeiro lugar é importante inclusive para ter um caminho possivelmente menos duro a partir das oitavas de final.

A Islândia, por sua vez, tem a mesma dura missão da Argentina, se classificar depois de fazer apenas um ponto nos dois primeiros jogos. Para avançar, a Islândia precisa derrotar a Croácia e torcer para que os argentinos derrotem os nigerianos, ou que o jogo empate. Mas, ainda assim, terão de fazer contas para avançar pelo saldo de gols. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo