Costa Rica

Técnico da Costa Rica nega saída após ameaças: "não vou recuar"

Stuart Franklin - FIFA/FIFA via Getty Images
Oscar Ramirez, técnico da Costa Rica Imagem: Stuart Franklin - FIFA/FIFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 09h51

O técnico da Costa Rica, Óscar Ramírez, negou que quer deixar a seleção do país após a Copa do Mundo da Rússia. Eliminada no Grupo E do Mundial com duas derrotas até aqui, o treinador disse que está com vontade de seguir à frente da equipe nos próximos quatro anos.

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Na última segunda-feira (25), o site TicoDeporte.com publicou que Ramírez pediu para deixar a seleção após a Copa do Mundo de 2018 por causa de ameaças recebidas por ele e pela família dele em decorrência da campanha ruim da Costa Rica no Mundial.

“Nem por um minuto passou pela minha cabeça sair, nunca. Estou indo adiante. Na verdade, ainda não sei o que vai acontecer, mas estou ansioso para continuar aqui. Não vou recuar, tenho coragem”, disse o treinador ao jornal costarriqueno La Nación.

O técnico ganhou apoio de alguns dos principais jogadores da seleção da Costa Rica. “Eu acho lamentável passar por tais situações em um país como a Costa Rica. Acho que o futebol não nos dá muito quando não ocorrem alguns resultados. É uma minoria em um país de paz, em um país que não tem exército. Não é possível, para uma pessoa humilde e trabalhadora como Óscar Ramírez, que as pessoas em sua família tenham medo ou se sintam ameaçadas”, afirmou o meia Bryan Ruíz.

"Óscar sabe que tem o apoio de seus jogadores, e sua família também está com ele. É uma absoluta barbaridade. Faço um apelo para denunciar qualquer um que esteja incitando esse tipo de coisa”, declarou o volante Celso Borges.

Depois de ser a grande sensação da Copa de 2014 ao chegar às quartas de final, a Costa Rica sofreu duas derrotas na Rússia (1 a 0 para a Sérvia e 2 a 0 para o Brasil) nos dois primeiros jogos do Grupo E.

Agora, a seleção costarriquenha se despede do Mundial nesta quarta-feira (27), quando encara a Suíça, às 15h (de Brasília), em Nizhny Novgorod.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Costa Rica

Topo