Topo

Bélgica

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Para técnico da Bélgica, vitória contra a Inglaterra não é uma prioridade

Gonzalo Fuentes/Reuters
Roberto Martínez treina a Bélgica na véspera do jogo contra a Inglaterra Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2018-06-27T19:18:05

27/06/2018 19h18

Bélgica e Inglaterra jogam às 15h desta quinta-feira, em jogo que vale a liderança do Grupo G e encerra a primeira fase da Copa do Mundo. Ao menos para os belgas, no entanto, a primeira posição não é tão importante assim. Os Diabos Vermelhos entrarão em campo em Kaliningrado com um time quase inteiro de reservas. Vencer? O técnico Roberto Martínez não se importa.

Gesto obsceno de Maradona vira nova piada entre jogadores da Inglaterra
Hazard diz a fãs que gostaria de encarar Brasil ou França na final da Copa
Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas

"Nós temos jogadores que receberam cartão amarelo e não é profissional colocar estes atletas em campo e arriscar perdê-los para o jogo das oitavas de final", disse Martínez. "Outros jogadores tiveram jogos cansativos [contra Panamá e Tunísia] e é importante dar a eles a melhor condição possível".

A Bélgica tem apenas três jogadores pendurados com cartão amarelo: De Bruyne, Meunier e Vertonghen, todos punidos na estreia, contra o Panamá. Por trás da decisão de Martínez, porém, pode haver outra razão. Quem ficar em segundo lugar no Grupo G, terá teoricamente um caminho menos duro a partir das oitavas de final, com apenas uma campeã, a Espanha. Do outro lado da chave, onde ficará o líder do grupo, estão Argentina, Brasil, França, Portugal e Uruguai.

A Fifa está ciente de que o segundo lugar pode ser mais interessante e, segundo o jornal inglês "The Times", poderá punir a seleção que tomar cartões intencionalmente - o fair play é o quarto critério de desempate, que será aplicado caso o jogo entre belgas e ingleses termine empatado.

Do lado inglês, o técnico Gareth Southgate afirmou que sequer saberia entrar em campo se não fosse para vencer. Os campeões de 1966, no entanto, também entrarão em campo com um time bastante modificado.

Mais Bélgica