Topo

Copa 2018


Suécia derruba trinca de gigantes e pode ser próximo obstáculo do Brasil

Matthias Hangst/Getty Images
Augustinsson comemora com Toivonen o primeiro gol da Suécia contra o México Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2018-06-27T13:34:23

27/06/2018 13h34

O primeiro lugar do grupo F garantido pela Suécia nesta quarta-feira (27), com uma vitória por 3 a 0 sobre o México, não era esperado por muita gente antes da Copa do Mundo. Afinal, em um grupo com a Alemanha, o natural era brigar pela classificação em segundo lugar. Mas os suecos mantiveram a escrita de derrubar gigantes e, após deixarem para trás Holanda e Itália nas Eliminatórias, fecharam a "trinca" superando os atuais campeões mundiais. O próximo adversário pode ser ninguém menos que o Brasil.

Depois de perder sua única estrela no futebol mundial, Zlatan Ibrahimovic, que anunciou aposentadoria da seleção após a Eurocopa de 2016, o futuro não parecia animador para a Suécia. Mas sem um astro, o time se consolidou com um futebol coletivo, de muita solidariedade na defesa e que não tem vergonha de fazer uso da força física e da bola aérea para atacar. Não é bonito, mas tem dado resultado.

A primeira mostra disso foi o segundo lugar obtido no grupo A das Eliminatórias. Não deu para ficar na frente da favorita França, que liderou o grupo com 23 pontos mesmo tendo perdido para os suecos em Estocolmo por 2 a 1. Mas foi o bastante para fazer os mesmos 19 pontos da Holanda e bater a seleção três vezes vice-campeã mundial no saldo de gols, garantindo vaga na repescagem.

Então, mais um gigante atravessou o caminho sueco. A Itália, que havia terminado em segundo no grupo da Espanha, foi a adversária sorteada. De novo, a organização defensiva foi a principal arma da seleção nórdica: vitória 1 a 0 em casa, empate por 0 a 0 fora e a vaga garantida no Mundial da Rússia.

Já na Copa, a campanha começou com um jogo que chamou pouca atenção. Um gol de pênalti bastou para decidir um 1 a 0 contra a Coreia do Sul. Depois, saiu na frente diante da Alemanha, mas um gol de Kroos no último minuto decretou uma virada por 2 a 1. No jogo decisivo, diante de um México que vinha embalado por duas vitórias, mais uma atuação sólida e eficiência na frente para fazer 3 a 0.

Com o primeiro lugar garantido, agora a Suécia espera o segundo colocado do grupo E para saber seu adversário das oitavas de final. Uma das possibilidades é o Brasil, que encara a Sérvia às 15h (de Brasília) desta quarta precisando apenas de um empate para avançar. Mas, pelo menos considerando o retrospecto recente dos suecos contra as maiores seleções do mundo, talvez seja melhor os comandados de Tite se esforçarem para evitar esse confronto.

Mais Copa 2018