Topo

Senegal

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Cissé evita reclamar de eliminação por cartões: "Sabíamos que era a regra"

Do UOL, em São Paulo

2018-06-28T13:47:55

28/06/2018 13h47

A seleção de Senegal estreou um critério novo em Copas do Mundo ao ser eliminada do Mundial da Rússia, nesta quinta-feira (28), por ter recebido mais cartões que o Japão, com quem empatou em todos os outros critérios de desempate. Questionado a respeito em entrevista coletiva pós-jogo, o técnico Aliou Cissé evitou entrar em polêmicas e lembrou que sua equipe, como todas as outras, tinha conhecimento da regra. 

- Assista ao gol de Senegal 0 x 1 Colômbia

"Senegal não se classificou porque não merecemos nos classificar. Essa é a vida. O fair play é uma das regras e essas regras foram estabelecidas no regulamento da Copa, temos que respeitar isso. Teríamos preferido ser eliminados de outra maneira, mas é assim que funciona e sabíamos que era o regulamento", reconheceu o treinador.

O desempate pelo número de cartões só foi necessário porque o Senegal não conseguiu fazer sua parte nesta quinta-feira, ao perder de 1 a 0 para a Colômbia. Como o Japão também perdeu, da Polônia, um simples empate teria classificado os senegaleses. 

Assim, mais do que os cartões recebidos por seu time, Cissé lamentou o resultado diante dos sul-americanos. 'Acho que poderíamos ter marcado no primeiro tempo e acho que controlamos boa parte da partida. O time criou as chances, mas não conseguimos converter em gol", opinou. 

Jogador da seleção senegalesa que chegou até as quartas de final da Copa do Mundo de 2002, Cissé mostrou-se triste por não ter conseguido repetir o feito como treinador. "Estou muito chateado pelo meu time, por essa geração e por esses jogadores que lutam todos os dias pelo nosso país. Vou continuar a encorajá-los e a estar com eles, porque acho que podemos esperar muito mais coisas deles no futuro."

Mais Senegal