Topo

Japão

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Técnico do Japão nem treina pênaltis e mira vitória no tempo normal

MARKO DJURICA/Reuters
Akira Nishino, técnico do Japão, em entrevista coletiva Imagem: MARKO DJURICA/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2018-07-01T16:55:57

01/07/2018 16h55

O técnico da seleção japonesa, Akira Nishino, revelou neste domingo (1) que sua equipe não treinou cobranças de pênaltis antes da primeira partida do Japão na fase de mata-matas da Copa, na segunda-feira, contra a Bélgica. O treinador acredita que a vaga nas quartas pode vir no tempo normal.

- Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
- Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

"Ainda que você treine quantas vezes puder, o aspecto mental de uma decisão por pênaltis em uma Copa do Mundo não pode ser simulado. A propósito, vamos tentar não ir tão longe e tentar ganhar o jogo antes", disse o treinador, em entrevista coletiva pré-jogo, neste domingo.

A partida será apenas a terceira da história do futebol japonês em mata-matas de Copa do Mundo. Na primeira, em 2002, em casa, os japoneses perderam da Turquia por 1 a 0. Na segunda, em 2010, foram eliminados pelo Paraguai nos pênaltis, após empate sem gols.

“O Japão teve um desempenho fantástico para chegar às oitavas duas vezes, mas aquelas equipes estavam esgotadas nessa fase. Não sobrou nada, especialmente em 2002. Desta vez, temos sido muito táticos para chegar a esta fase. Não temos muito espaço para manobrar, mas podemos ser agressivos. Nós temos o espírito e a mentalidade", afirmou.

Desta vez o duelo será contra uma das favoritas ao título: a Bélgica, que passou pela primeira fase com três vitórias e futebol convincente. Nishino, porém, tem um discurso otimista e crê na vaga.

"A Bélgica é uma equipe formidável, eu diria que uma das três melhores do mundo, mas ninguém é imbatível. Estes dias nós os estudamos, analisamos tudo. Eles têm muitas estrelas, mas também têm pontos fracos e desejo que saibamos aproveitar."

O duelo entre Japão e Bélgica acontece às 15h desta segunda-feira, pelo horário de Brasília, em Rostov. Quem avançar pega o vencedor de Brasil x México, que jogam mais cedo, às 11h. 

Mais Japão