Topo

Suécia

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

'Xodó' de Mourinho, zagueiro sueco será responsável por tentar parar Kane

Andrew Couldridge/Reuters
Imagem: Andrew Couldridge/Reuters

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

2018-07-06T21:00:00

06/07/2018 21h00

O capitão da seleção sueca é Granqvist, mas é Victor Lindelof o zagueiro responsável por dar combate aos centroavantes rivais. Aos 23 anos, ele desponta como um dos defensores mais promissores do mundo, tendo sido disputado por times ingleses e virado aposta pessoal de José Mourinho no Manchester United. Neste sábado (7) ele enfrenta alguns companheiros no maior jogo de sua carreira, nas quartas de final da Copa do Mundo.

Copa vai chegando a sua reta final; veja os próximos jogos decisivos 
Geração Neymar falha novamente e Brasil chega a 8 anos de coadjuvante
Com pouco brilho e dores, Neymar dá adeus melancólico à Copa


Lindelof reencontra os amigos Ahsley Young, Lingard e Rashford, mas deve se concentrar no duelo pessoal com o artilheiro da Copa do Mundo, Harry Kane. O duelo com o atacante inglês é inédito e fundamental para que a Suécia consiga segurar a Inglaterra e a partir daí especular com o que possa alcançar na partida. Uma missão dura, mas que pode vir a ser a oportunidade de que Lindelof precisa.

Ultimamente ele tem ido melhor pela Suécia do que pelo seu clube, no qual vive temporada de adaptação. Mesmo tendo chegado por uma indicação pessoal de José Mourinho, por quem foi elogiado como “jovem muito talentoso e de muito futuro”, Lindelof teve algumas falhas recentes e não raramente ouve críticas no United. Ainda hoje o técnico precisa defendê-lo, tendo ganhado argumentos quando o sueco melhorou de produção em um esquema com três zagueiros.

Seja como for, há certa impaciência com o defensor na Inglaterra, ainda mais por ele ter custado 35 milhões de euros (R$ 129 mi à época). Em apenas um ano como titular do Benfica, Lindelof havia despertado o interesse de vários dos maiores clubes do mundo, e o Manchester United teve que bater a concorrência do rival City, além de PSG, Real Madrid e Chelsea.

Na Suécia, de qualquer forma, Lindelof nunca deixou de ser titular neste período: jogou todos os minutos de sua seleção nas Eliminatórias para a Copa. No Mundial assumiu a posição a partir da segunda partida, pois havia se sentido mal no dia da estreia. Até aqui, duelou principalmente com Timo Werner (Alemanha), Josip Drmic (Suíça) e Chicharito (México), atacantes mais agudos de suas seleções.

Agora é a vez de Harry Kane, um dos mais falados desta Copa do Mundo. O confronto entre Suécia e Inglaterra começa às 11 horas (de Brasília) deste sábado, na Arena de Samara.

Mais Suécia