Topo

Copa 2018


Inglaterra despacha Suécia com gols de cabeça e volta à semi após 28 anos

Do UOL, em São Paulo

07/07/2018 12h51

Cada vez mais a Inglaterra faz sua torcida voltar a sonhar com a conquista de uma Copa do Mundo após 52 anos. Com uma vitória por 2 a 0 sobre a Suécia neste sábado (7), a seleção campeã mundial em 1966 carimbou sua vaga na semifinal pela primeira vez desde 1990, quando terminou na quarta colocação. Maguire e Dele Alli, de cabeça, fizeram os gols.

O jogo ainda contou com uma atuação espetacular do goleiro Pickford, que fez três defesas cruciais no segundo tempo para segurar o ataque sueco. A equipe escandinava voltou a fazer uma partida de muita organização e empenho, mas acabou superada pelo forte jogo aéreo inglês e pelo dia iluminado do camisa 1 rival.

Agora, a Inglaterra aguarda o vencedor do duelo entre Rússia e Croácia, que se enfrentam ainda neste sábado, às 15h (de Brasília), em Sochi, para conhecer seu adversário na semifinal. O jogo que valerá uma vaga na decisão da Copa acontece na próxima quarta-feira (11), também às 15h, em Moscou.

O melhor: Pickford

Matthias Hangst//Getty Images
Imagem: Matthias Hangst//Getty Images

Quando a Suécia se soltou mais no ataque no segundo tempo, precisando buscar o empate, até conseguiu criar chances. Mas parou em defesas espetaculares do goleiro inglês. Logo nos primeiros minutos, uma cabeçada de Berg exigiu muito reflexo do jogador do Everton, que mergulhou para salvar. Depois, já com 2 a 0 no placar, Pickford se esticou todo no canto para pegar um chute à queima-roupa de Larsson, após boa jogada trabalhada dos suecos. No final, ainda pegou outro chute cara a cara com Berg.

O pior: Forsberg

Destaque técnico da seleção sueca na Copa, o camisa 10 teve participação irreconhecível no jogo da eliminação. Com erros básicos, não conseguiu dar seguimento a quase nenhuma tentativa de ataque de sua seleção e ainda vacilou na marcação de Maguire no primeiro gol. Acabou sendo substituído no segundo tempo para a entrada de Martin Olsson, lateral-esquerdo de origem, que jogou no meio-campo.

Suécia se fecha, Inglaterra tenta criar

Alex Morton/Getty Images
Imagem: Alex Morton/Getty Images

O jogo começou da mesma forma que todos da Suécia nesta Copa do Mundo: a equipe escandinava fechada na defesa, com suas linhas de marcação organizadas e rígidas, e o adversário tentando abri-las. A Inglaterra dominou a posse de bola e trocou bastante passes no campo de ataque, mas sofreu para conseguir achar uma brecha. A primeira boa chance foi da Suécia, com um chute para fora de Claesson aos 12 minutos. Os ingleses responderam com o artilheiro Kane, que arriscou de longe e também errou o alvo aos 18.

Bola parada tira o zero do placar

Alex Morton/Getty Images
Imagem: Alex Morton/Getty Images

Se pelo chão estava difícil, a Inglaterra conseguiu abrir o placar na bola parada, sua principal arma na Copa. Em cobrança de escanteio de Ashley Young pela esquerda, a bola foi levantada na segunda trave e o zagueiro Maguire subiu para dar uma cabeçada potente, sem chance para o goleiro Olsen. Dos 11 gols marcados pelos ingleses até aqui no Mundial, nada menos que oito vieram de lances de bola parada (escanteios, faltas ou pênaltis).

Sterling perde três chances de ampliar

Matthias Hangst/Getty Images
Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

A Inglaterra conseguiu aproveitar espaços atrás da defesa sueca nos minutos finais do primeiro tempo, mas por três vezes parou em erros de Sterling, que saiu na cara do gol e não ampliou o marcador. Primeiro, o camisa 10 demorou para chutar e foi travado; depois, em lance já parado por impedimento, bateu em cima de Olsen; por fim, tentou driblar o goleiro, se atrapalhou e acabou batendo para fora na sequência.

Inglaterra faz mais um de cabeça

Clive Rose/Getty Images
Imagem: Clive Rose/Getty Images

A Inglaterra respondeu rápido à melhora sueca no segundo tempo. Além das grandes defesas de Pickford, que evitaram que o rival entrasse no jogo, o time inglês chegou logo ao segundo gol, em nova jogada aérea. Lingard acertou cruzamento perfeito nas costas da zaga e Dele Alli apareceu livre de marcação para cabecear para as redes, fechando a vitória.

FICHA TÉCNICA

Suécia 0 x 2 Inglaterra

Local: Arena Samara, em Samara (Rússia)
Data: 07/07/2018
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (Holanda)

Gols: Maguire, aos 29 minutos do 1º tempo, e Alli, aos 13 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Guidetti e Larsson (Suécia); Maguire (Inglaterra)

Suécia: Olsen; Krafth (Jansson), Lindelöf, Granqvist e Augustinsson; Claesson, Larsson, Ekdal e Forsberg (Olsson); Berg e Toivonen (Guidetti). Técnico: Janne Andersson

Inglaterra: Pickford; Trippier, Walker, Stones, Maguire e Young; Lingard, Henderson (Dier) e Alli (Delph); Sterling (Rashford) e Kane. Técnico: Gareth Southgate

Mais Copa 2018