Topo

Argentina

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Maradona exime Messi da responsabilidade por derrota: "Fez o que pode"

REUTERS/Matthew Childs
Diego Maradona interage com torcedores da Argentina durante derrota para a Croácia na Copa do Mundo Imagem: REUTERS/Matthew Childs

23/06/2018 07h56

A Argentina perdeu por 3 a 0 contra a Croácia na quinta-feira (21), e Messi fez uma de suas piores partidas com a camisa albiceleste, mas Diego Maradona o eximiu de responsabilidades, dizendo que "eles não lhe passam a bola".

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Não passam para Messi, há espaço e não passam a bola. Mas isso é um problema da equipe, de organização", declarou Maradona no programa "De la mano del 10" da venezuelana Telesurn na sexta (22).

"Messi jogou como conseguiu jogar, fez o que pode. É difícil ter que resolver os problemas de seus colegas. Senti isso na minha própria carne: eu sabia o que (Ricardo) Giusti, (Sergio) Batista ou (Jorge) Valdano tinham que fazer... Sabia se tinha que ser um passe longo ou curto, porque se não virava presente para o rival", disse.

Maradona, que já havia criticado Jorge Sampaoli depois do empate por 1 a 1 contra a Islândia na primeira partida da equipe na Copa da Rússia, voltou a defender Messi e culpar o técnico.

"Temos que culpar a liderança pelo que cabe a elas, desde o presidente da AFA [Associação de Futebol Argentino] até o último assistente de Sampaoli", acrescentou. "Pensavam que o Sampaoli ia resolver os problemas do jogo com computadores, drones e 14 ajudantes... Existe uma falta de autoridade de Tapia [presidente da AFA]”.

A Croácia lidera o grupo D com seis pontos, seguida pela Nigéria, com três pontos. A Islândia e a Argentina estão em terceiro e quarto respectivamente, com um.

Na última rodada, os sul-americanos precisam vencer os africanos e ainda depender do resultado do outro jogo da chave. Um empate entre croatas e islandeses ou uma vitória croata os qualificaria automaticamente para as oitavas. Se a Islândia vencer, a vaga seria definida pelo saldo de gols.

Mais Argentina