Copa 2018

Título mundial da França custa milhões de euros à empresa chinesa

Shaun Botterill/Getty Images
Jogadores da França comemoram a conquista da Copa do Mundo de 2018, na Rússia Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

Da AFP, em Xangai

30/07/2018 08h07

Uma empresa chinesa de eletrodomésticos que patrocina a seleção francesa de futebol já devolveu 7,7 milhões de euros a seus clientes para cumprir a promessa de reembolsar o valor de suas compras caso os 'Bleus' conquistassem a Copa do Mundo, anunciou o grupo Vatti nesta segunda-feira.

"O valor a pagar poderia ser muito importante, mas está previsto no orçamento anual", relativizou um dos diretores da empresa, Wang Zhaozhao.

"As consequências não serão desastrosas para nós", completou.

As vendas da Vatti aumentaram à medida que a França avançava na Copa do Mundo da Rússia e se aproximava da conquista de seu segundo título mundial, o que finalmente aconteceu com a vitória de 4-2 sobre a Croácia na final.

No total, o grupo Vatti deverá reembolsar mais de 10 milhões de euros a seus clientes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo