Topo

Sérvia

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Sérvia não tem nada a perder e está unida para vencer Brasil, diz atacante

Attila Kisbenedek/AFP
Mitrovic durante treino da Sérvia Imagem: Attila Kisbenedek/AFP

2018-06-25T08:41:32

25/06/2018 08h41

Na busca pela primeira classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo desde o desmembramento da Iugoslávia, a Sérvia precisa vencer o Brasil na próxima quarta-feira, em Moscou, ou obter um empate e torcer para que a Suíça perca para a Costa Rica. Sem quererem depender de outros resultados, os sérvios demonstraram confiança em um triunfo sobre a equipe pentacampeã mundial na Otkrytiye Arena.

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Com pequenas lágrimas e a ajuda de Deus, podemos ganhar. Somos sérvios, e nada é impossível. Quem acredita em um milagre pode alcançá-lo", declarou o atacante Mitrovic, autor do gol na derrota para a Suíça por 2 a 1, na última sexta.

O jogador do Fulham, da Inglaterra, considera que a seleção brasileira entrará em campo pressionada por ser favorita para a partida e uma das fortes candidatas ao título. "Não temos nada a perder, há mais em jogo para o Brasil", opinou.

Mitrovic voltou a reclamar do pênalti que teria sofrido contra os suíços, quando o jogo ainda estava empatado por 1 a 1 e foi derrubado na área por Stephan Lichtsteiner e Fabian Schär, mas admitiu que é preciso virar a página.

"Nós, sérvios, estamos acostumados com a injustiça. Agora temos que nos esforçarmos mais, sermos ainda mais fortes e estarmos unidos para poder vencer o Brasil. Acho que podemos vencer. Nunca houve um ambiente tão bom para sentir este tipo de apoio. O Brasil pode ser melhor tecnicamente, mas terá que ser ainda melhor para nos superar", destacou o atacante.

A Sérvia realizou nesta segunda-feira o último treino em sua sede na Rússia, em Svetlogorsk, antes de partir para Moscou para jogar contra os pentacampeões.

Mais Sérvia