Tunísia

Técnico da Tunísia pede rescisão de contrato para comandar clube no Qatar

AFP PHOTO / Fabrice COFFRINI
Oficialmente, futuro de Nabil Maaloul será definido em reunião da Federação Tunisiana de Futebol Imagem: AFP PHOTO / Fabrice COFFRINI

Da EFE, em Túnis (Tunísia)

12/07/2018 16h55

O técnico da Tunísia, Nabil Maaloul, pediu nesta quinta-feira a rescisão de seu contrato, que ia até 2022, para poder aceitar uma oferta milionária do Al Duhail, do Qatar.

- Por que perdemos? Os fatores que contribuíram para a queda da seleção
- Perrengues na Rússia: de motorista dorminhoco a hotel de filme de terror
Copa mostra que árbitro de vídeo pode minar agressões e "malandragens"

Em comunicado, a Federação Tunisiana de Futebol (FTF) afirmou que foi pega de surpresa e anunciou que realizará uma reunião urgente nas próximas horas para encontrar uma solução para o problema.

A imprensa tunisiana, por outro lado, afirmou que a decisão já está tomada e que Maaloul já comandará o Al Duhail no sábado.

O técnico receberia US$ 2 milhões por cada temporada no comando do clube, de acordo com a imprensa local.

A Tunísia caiu no Grupo D da Copa do Mundo, perdeu para Inglaterra e Bélgica, mas venceu o Panamá, o que representa a primeira vitória do país em um Mundial desde 1978.

Apesar disso, vários deputados pediram a demissão de Maaloul no último dia 6 de julho após a ministra de Esportes, Majdouline Cherni, ter revelado que ele recebia 13 mil euros por mês.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Tunísia

Topo