SEL Pós-Jogo

07 de Julho - Quartas de final

  • x
    Pênaltis

Vida que segue

REUTERS/Kai Pfaffenbach

Croácia ganha a 2ª nos pênaltis e está na semi. Brasileiro vai de herói a vilão na Rússia

A Croácia é a quarta seleção a garantir vaga na semifinal da Copa de 2018. O time de Modric, Rakitic & Cia eliminou os anfitriões russos nos pênaltis, neste sábado, após empate por 2 a 2 em 120 minutos de bola rolando.

É a segunda vitória da Croácia na disputa por pênaltis (nas oitavas, a Dinamarca foi a vítima). Pela segunda vez na história, a ex-república iugoslava chega entre as quatro melhores seleções no Mundial – em 1998, a equipe liderada pelo artilheiro Suker perdeu para a França na semifinal e terminou em terceiro lugar.

Nos 90 minutos, Cheryshev abriu o placar para a Rússia e Kramaric empatou. Na prorrogação, surgiu o primeiro grande personagem do confronto. Vida marcou um gol de cabeça (e os memes bombaram nas redes sociais, por causa do sobrenome do zagueiro croata).

O segundo grande personagem foi Mario Fernandes. O brasileiro naturalizado russo empatou, também de cabeça, a cinco minutos do apito final, para delírio dos donos da casa no Estádio Olímpico de Fisht, na cidade de Sochi. Só que o lateral-direito, nascido no ABC Paulista, chutou o pênalti para fora - de herói acabou como vilão.

Fedor Smolov já havia desperdiçado uma cobrança (o goleiro Sobric defendeu), enquanto Kovacic perdeu pelo lado croata. O placar foi 4 a 3, e a Croácia encara a Inglaterra na quarta-feira, às 15 horas (horário de Brasília).

ler mais

Parabéns pela vitórra, pela luta dos jogadores. A Croácia está na semi da Copa. Todos devemos estar muito orgulhosos. Primeiro tempo não foi bom, segundo foi melhor. Foi um jogo muito bom, muito forte, acho que merecemos
ler mais

Zlatko Dalic

Zlatko Dalic, técnico da Croácia

Acredito que as pessoas não apenas começaram a confiar em nós, mas também estão apaixonadas por nós. Todo o país da Rússia está apaixonado por nós. Eles sabem o que vale a equipe nacional russa. Esperamos ter melhorado a situação

Stanislav Cherchesov

Stanislav Cherchesov, técnico da Rússia

Foi outro drama. Não jogamos bem no primeiro tempo, não controlamos o jogo como queríamos. Desde o início do segundo tempo, jogamos muito melhor, mas infelizmente não conseguimos terminar o jogo em vantagem. Mas mostramos garra

Modric

Modric, capitão croata

Blogueiros comentam

  • PVC

    Não é o futebol local na Croácia que empurra o time para sua segunda semifinal. É a alma de uma geração que sabia ter uma dívida

  • Juca Kfouri

    Mesmo machucado, o goleiro croata Subasic acabou como herói do jogo, e Mário Fernandes fez o papel final do vilão ao errar o pênalti

  • Rafael Reis

    Como um treinador foi de segundo pior da história a ídolo russo em três semanas

Foram bem

  • Kramaric

    Além de marcar o primeiro gol da Croácia no jogo, camisa 9 mandou uma meia bicicleta aos sete do segundo tempo, mas parou no goleiro russo

    Imagem: Kevin C. Cox/Getty Images
  • Subasic

    Fez defesas importantes durante todo o jogo, principalmente no segundo tempo da prorrogação. Brilhou nos pênaltis, com uma defesa

    Imagem: Jamie Squire/Fifa/Getty Images

Foram mal

  • Perisic

    Perdeu um gol fácil. Sozinho na pequena área, chutou na trave, aos 13 minutos do segundo tempo. Quatro minutos depois, foi substituído

    Imagem: Khaled Desouki/AFP
  • Smolov

    Camisa 10 entrou no segundo tempo, mas pouco apareceu no jogo. Nos pênaltis, bateu com displicência e facilitou para o goleiro

    Imagem: Lars Baron - FIFA/FIFA via Getty Images
Kevin C. Cox/Getty Images Kevin C. Cox/Getty Images

Momento chave

A eliminação dos donos da casa parecia inevitável no segundo tempo da prorrogação. A Croácia fez 2 a 1 aos 11 minutos da etapa inicial do tempo extra e encaminhava sua vaga. A cinco minutos do final, a bola foi cruzada na área, Mario Fernandes subiu sozinho e cabeceou com perfeição, no canto, sem chances para o goleiro Subasic. Dessa forma, a disputa foi para os pênaltis. 

Curtiu? Compartilhe.

Topo