Croácia

Grupo D PTS J GP S
arg 0 0 0 0
cro 0 0 0 0
isl 0 0 0 0
ngr 0 0 0 0
Zona de classificação

Amistoso do Brasil contra a Croácia será em estádio do Liverpool

Divulgação/Liverpool
Anfield Road, estádio do Liverpool Imagem: Divulgação/Liverpool

Do UOL, em São Paulo

16/04/2018 10h43

Nesta segunda-feira (16), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou que o amistoso contra a Croácia será disputado no Anfield, estádio do Liverpool. A partida está marcada para dia 3 de junho, às 11h (de Brasília), e será parte da preparação da equipe de Tite para a Copa do Mundo.

Sete dias depois de enfrentar a Croácia, o Brasil vai duelar contra a Áustria, em Viena, também às 11h (de Brasília).

A seleção já vai chegar ao amistoso com o elenco que disputará a Copa. A convocação de Tite para o Mundial da Rússia está marcada para dia 14 de maio. A preparação começa uma semana depois, dia 21, na Granja Comary.

Depois, o Brasil ficará concentrado em Londres entre 28 de maio e 8 de junho antes de partir para Sochi, cidade que servirá como base da seleção na Rússia. A estreia na Copa está marcada para dia 17 de junho, contra a Suíça, na Rostov Arena.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
UOL Esporte - Imagens
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte - Futebol
EFE
EFE
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte - Futebol
BBC
Redação
Blog Julio Gomes
Redação
Redação
Redação
Redação

Redação

Mais finalizador, Brasil enfrenta um Chile que passa e corre mais

Uma análise das estatísticas do que apresentaram Brasil e Chile ao final da primeira fase da Copa do Mundo não revela diferenças tão gritantes entre as equipes. Os números de faltas são bem parecidos, a proporção de gols marcados para as chances efetivas criadas é semelhante e cada time tem um período do jogo que se sente mais à vontade para dar o bote no adversário. Entretanto, a fome do Brasil para chutar a gol e a forma como o Chile dá importância ao passe e aos deslocamentos pelo campo são os principais pontos que opõem as seleções que se enfrentam no próximo sábado, às 13h (horário de Brasília), no Mineirão. Time considerado por Felipão como o mais temido do Grupo B desde a definição do sorteio dos grupos da Copa, realizado em dezembro do ano passado, o Chile mostrou nas suas três primeiras partidas no torneio que, independentemente do adversário, seu estilo de jogo não vai, nunca, deixar de valorizar o passe. Contra Austrália, Espanha e Holanda, o número de passes trocado pelos chilenos foi incrivelmente parecido. Na estreia, contra os australianos, a seleção dirigida por Jorge Sampaoli deu 435 passes (contra 739 do adversário). Diante dos espanhóis, imbatíveis nos últimos anos na forma de valorizar o fundamento (foram 705 passes), os chilenos deram 464 passes. Já na última rodada do Grupo B, contra a Holanda, foram 479 passes (contra pouquíssimos 197 do time de Louis Van Gaal). Na média, são 459,3 passes por jogo, o que não necessariamente significa garantia de posse de bola maior do que a exercida pelo adversário. Neste quesito, o Chile teve mais a bola no pé contra a Austrália (62%) e a Holanda (64%). Diante dos espanhóis, ficou com o domínio da iniciativa de jogo em 44% do tempo. $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-lista','/2014/estatisticas-brasil-x-chile-1403571331825.vm')

UOL Esporte - Futebol
TV Copa
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo