UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Palmeiras faz "Trem da Alegria" com conselheiros e Galiotte recebe críticas

Rivaldo Gomes/Folhapress
Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras; viagens de conselheiros têm gerado críticas internas Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

05/07/2017 04h00

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, foi cobrado recentemente por membros do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) por causa de um "Trem da Alegria" de conselheiros. Segundo os críticos, os gastos com convidados para as viagens estava muito além do permitido. Presidente do Conselho Deliberativo, Seraphim Del Grande, não soube dar números do gasto, mas admitiu à De Primeira que o tema foi alvo de discussão. Ele ainda confirmou que foi à Bolívia e ao Uruguai com a delegação e que a viagem teve a presença de diversos conselheiros.

Del Grande ainda está no Equador para acompanhar as oitavas nesta quarta-feira e disse que, agora, apenas ele e mais dois conselheiros foram com a delegação, o que já seria efeito das reclamações. Vale destacar que, desta vez, Galiotte não foi com o time por estar de licença. O Palmeiras tem divulgado constantemente que não enfrenta problemas financeiros e há quem alegue que as críticas são resultado de ciúme dos que não foram convidados. "Diminuir o número de pessoas viajando aos jogos foi uma decisão administrativa minha", disse Galiotte após a publicação da coluna. (por Danilo Lavieri e José Edgar de Matos)

Flamengo: Conca insatisfeito

O meia argentino Conca está, de fato, insatisfeito por ficar fora dos jogos do Flamengo - não foi nem relacionado para a partida contra o Palestino. Sua intenção ao voltar ao Brasil era atuar e não ficar encostado, embora soubesse que a recuperação da contusão no joelho era difícil. 

Mais UOL de Primeira

Topo