UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Coutinho não tem multa rescisória. E isso deve mantê-lo no Liverpool

 Reuters/Craig Brough
Philippe Coutinho, do Liverpool, interessa ao Barcelona. Modelo de contrato, no entanto, é proibitivo Imagem: Reuters/Craig Brough
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

27/07/2017 04h00

O Barcelona fez uma proposta de mais 80 milhões de euros, mas a saída de Philippe Coutinho do Liverpool está travada. Um dos principais problemas é o contrato do meia com o clube inglês, assinado em janeiro deste ano, que não possui multa rescisória. Na Inglaterra, esse tipo de cláusula é algo incomum, que não encontra base na legislação local. A premissa é que o compromisso assinado tem de ser cumprido até o fim, a não ser que clube e jogador entrem em um acordo para o rompimento.

Com isso, o Barcelona não tem alternativa que não seja convencer a diretoria do Liverpool e o treinador Jurgen Klopp a negociarem seu principal jogador. À De Primeira, uma fonte ligada ao clube inglês diz que a chance de uma proposta ser aceita, com qualquer valor, é zero. Pelo perfil do jogador e pela relação com Coutinho, ninguém no Liverpool acredita que, diante da negativa, o meia faça força para sair. Ainda que isso aconteça, não mudaria a disposição do clube em não liberá-lo. (por Dassler Marques e Pedro Lopes)

São Paulo: Clube à disposição no “caso Cipriano”

O São Paulo está à disposição, caso assim a Justiça exija, para apresentar os documentos relativos à compra do atacante Marquinhos Cipriano, datados de setembro de 2015. A transação é alvo de uma disputa entre a empresa LP Sports, Negócios e Eventos Esportivos e o Desportivo Brasil, clube que vendeu o jogador ao Tricolor. 

Mais UOL de Primeira

Topo