UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Caso U2 e Bruno Mars: SP já estuda um acordo com quem foi enganado

Fotomontagem: Dylan Martinez/Reuters e Matt Sayles/AP
Fotomontagem dos cantores Bono e Bruno Mars Imagem: Fotomontagem: Dylan Martinez/Reuters e Matt Sayles/AP
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte, no Rio e em São Paulo

22/08/2017 04h00

O São Paulo trabalha para tentar minimizar o prejuízo das pessoas afetadas pelo suposto esquema de corrupção em seu departamento de marketing. O pedido de investigação do caso foi aberto na última semana no Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais). As denúncias provocaram a demissão do ex-gerente da pasta, Alan Cimerman. De acordo com um cálculo inicial do Tricolor, o prejuízo das pessoas e empresas que compraram os ingressos inexistentes para os shows de Bruno Mars e U2 foi de R$ 2 milhões.

"Legalmente, o São Paulo não tem a obrigação de ressarcir ninguém porque não foi o clube que fez isso. Uma das possibilidades é, por exemplo, vender camarotes para quem foi prejudicado descontando o valor que já foi pago. A ação foi de alguém contratado pelo São Paulo e que teve a confiança da diretoria. Essa confiança acabou sendo traída", disse Roberto Podval, advogado criminalista contratado pelo São Paulo.

A defesa de Cimerman nega a participação do cliente em qualquer esquema de venda ilegal de ingressos. “Como ele pode vender ingressos, se ele não era o responsável por custodiá-los? E ele me explicou que nem sequer estava definido quem venderia (São Paulo ou a empresa responsável) os ingressos para os cessionários dos camarotes. Ademais, ao que eu sei, o São Paulo não teve qualquer prejuízo financeiro porque nenhum ingresso foi cedido ou fornecido e todos os espaços e ingressos ainda serão vendidos. Acrescento que ele não vai e nem pode ser responsabilizado pela incompetência ou arrependimento de e com terceiros", disse o advogado de Cimerman, Daniel Bialski. (por José Eduardo Martins e Ricardo Perrone)

ALE FRATA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: ALE FRATA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Corinthians x Vitória: O áudio vazado

O áudio vazado via WhatsApp em que Vagner Mancini afirma, em tom de brincadeira, que “ganhar do Corinthians é ótimo” fez com que o Vitória se preocupasse. Nos bastidores, pessoas ligadas à direção do clube baiano se desculparam com dirigentes corintianos pelos episódios que envolveram Mancini após o triunfo por 1 a 0 na Arena. A preocupação é que uma possível rixa com os atuais líderes possa atrapalhar o Vitória na luta contra o rebaixamento nas rodadas finais do Brasileirão.

Mais UOL de Primeira

Topo