UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Pressionado, Eurico pede ajuda e busca ex-aliados para não perder eleição

Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Eurico Miranda durante entrevista coletiva; presidente está pressionado e age para não perder eleição Imagem: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

14/09/2017 04h00

Eurico Miranda sempre procurou passar uma imagem de um dirigente sem preocupação com o processo eleitoral de seu clube. Na cabeça do presidente do Vasco, ninguém seria capaz de tirá-lo do poder em um primeiro momento. A eleição marcada para o dia 7 de novembro, no entanto, já deixa o mandatário cruzmaltino tenso. Após a debandada de aliados nos últimos meses e o crescente número de opositores, o polêmico cartola começa a se movimentar.

Nos bastidores, Eurico buscou reuniões particulares com conselheiros mais influentes e tentou reestabelecer a paz com antigos aliados que romperam durante a gestão atual. Nada feito por ora. O quadro ainda é delicado. A rejeição de pessoas próximas ao grupo político do presidente, o “Casaca”, impede uma reaproximação. Na sequência, foi convencido por pessoas próximas a cuidar de sua imagem e aumentar sua campanha em redes sociais. Até mesmo os veículos oficiais do Vasco são utilizados para reforçar o discurso de “reconstrução de São Januário” – sua principal bandeira. (Por Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida)

Corinthians: Presidente sofre críticas por distância do elenco

O presidente Roberto de Andrade voltou de viagem ao Corinthians, na última terça-feira, sob críticas de funcionários por seu distanciamento do elenco. Ele estava no exterior, mas por razões ligadas a seu trabalho, segundo pessoas próximas.
 

Mais UOL de Primeira

Topo