UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Por quarteto denunciado, Corinthians espera pela Conmebol há quase 2 meses

Agustin Marcarian/Reuters
Rodriguinho, do Corinthians, discute com o árbitro após expulsão; clube ainda não recebeu resposta da Conmebol Imagem: Agustin Marcarian/Reuters
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

05/12/2017 04h00

Denunciados pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol no fim de setembro, logo após a eliminação na Copa Sul-Americana para o Racing-ARG, o goleiro Walter, o lateral Marciel, o meia Rodriguinho e o atacante Kazim ainda têm situação indefinida. Eles correm risco de suspensão para a estreia na Copa Libertadores de 2018. De acordo com João Zanforlin, advogado corintiano, a entidade até hoje não respondeu recurso enviado pelo departamento jurídico do clube.

“O Tribunal tem representantes no Uruguai, no Paraguai, na Bolívia... Eles confirmaram que receberam nossa defesa e encaminharam, mas não veio nenhuma decisão até agora. Não sabemos o que pode acontecer”, disse à coluna. Rodriguinho, expulso na Argentina, foi denunciado por jogo brusco e pode ser suspenso entre um e três jogos. Marciel e Kazim, denunciados por conduta violenta, podem perder de um a quatro jogos. Walter, acusado de ofender o árbitro, pode perder duas partidas. O Corinthians tenta, além de liberar os atletas, fazer com que a suspensão seja cumprida fora da Libertadores, na Sul-Americana. Presidente do Tribunal, o brasileiro Caio César Vieira Rocha foi procurado, mas não atendeu a reportagem. (Por Dassler Marques)

Atlético-MG ficou temeroso com exames, mas Arouca foi aprovado

Arouca é o primeiro reforço do Atlético-MG para 2018. O atleta de 31 anos chega à Cidade do Galo por empréstimo, a pedido de Oswaldo de Oliveira. Antes do acerto, porém, o clube teve um receio: os exames do atleta.

Mais UOL de Primeira

Topo