UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Globo respira mais aliviada após depoimento "leve" de J. Hawilla

Zanone Fraissat /MONICA BERGAMO
J. Hawilla, empresário envolvido no escândalo de corrupção da Fifa, durante evento em 2013 Imagem: Zanone Fraissat /MONICA BERGAMO
Exclusivo para assinantes UOL

do UOL, em São Paulo

08/12/2017 04h00

Após ser citada na delação de Alejandro Burzaco e ver a imagem arranhada por conta de propinas relatadas pelo argentino, a TV Globo aguardava com certa apreensão o depoimento do empresário brasileiro J. Hawilla em tribunal nos EUA durante julgamento dos casos de corrupção na Fifa. Passada a participação do antigo executivo da Traffic no caso, a emissora brasileira sentiu certo alívio ao não ser vinculada a nenhum novo escândalo.

Sem mais detalhes do que Hawilla teria gravado e dizendo não ter informações sobre propinas após apurações internas, a Globo não conseguia prever um cenário. No fim, ele acabou se mostrando “tranquilo”, na avaliação interna da TV. As delações de J. Hawilla se concentraram especialmente em relatar esquemas ligados aos ex-cartolas da CBF, José Maria Marin e Ricardo Teixeira. Na visão da Globo, o “fogo” desta vez passou longe da emissora do Jardim Botânico. (Por Pedro Ivo Almeida)

Corinthians: Eleição no Vitória atrasa papo por Tréllez

A direção do Corinthians esperava ter avançado nas tratativas pelo centroavante Tréllez, mas esbarra nos problemas internos que o Vitória atravessa. Em situação política tensa, já que a eleição é no próximo dia 13, o presidente interino Agenor Gordinho não quer concluir negociações antes da passagem de bastão. 

Mais UOL de Primeira

Topo