Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Eurico Miranda "aceita" derrota em urna 7 e articula virada no Conselho

Daniel Marenco/Folhapress
Presidente do clube, Eurico está no centro de eleição polêmica e quer reverter situação no Conselho Imagem: Daniel Marenco/Folhapress
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

21/12/2017 04h00

Eurico Miranda já começou a aceitar que sua situação é muito delicada no imbróglio judicial que envolve a polêmica urna 7 da eleição do Vasco. Com as últimas decisões ratificando as irregularidades – e consequente anulação – dos 475 votos suspeitos, o polêmico cartola mantém o silêncio, mas já entende que dificilmente conseguirá reverter a vitória do candidato da oposição Júlio Brant. Diante disso, o atual mandatário resolveu apelar para um recurso que jurou não utilizar: tentar uma vitória no Conselho Deliberativo.

Como a eleição do Vasco ocorre de maneira indireta, os conselheiros precisam ratificar o resultado proclamado pelos sócios nas urnas. Em mais de cem anos de história, o Conselho nunca foi contra a vontade dos sócios, mas Eurico quer mudar isso. Sem a maioria do Deliberativo, Eurico começou uma força-tarefa junto aos membros Matos - Beneméritos e Grande Beneméritos - para tentar uma virada nos bastidores. As ligações já começaram e até sócios mais antigos, que estão fora do Brasil, foram convocados para a sessão – prevista para janeiro – que definirá o futuro presidente cruzmaltino. Confirmada a derrota, Eurico teria 30 cadeiras entre os sócios eleitos para o Deliberativo, contra 120 de Brant. E precisaria de boa parte dos votos dos 130 membros natos - Beneméritos e Grandes Beneméritos - vivos, sendo 28 indicados por ele nos últimos meses de gestão. A oposição promete se movimentar, derrubando via liminar a presença desses últimos.

Após a publicação, o Vasco se manifestou em nota. O clube negou qualquer movimentação de Eurico nos bastidores e informou que o mesmo só será candidato na eleição do Conselho se tiver maioria na eleição entre os sócios - ainda sub-júdice. (Por Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida)

São Paulo: Discussão expõe atrito entre presidente e vice

A reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo expôs, pela primeira vez de maneira pública, o atrito entre o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o vice, Roberto Natel. A discussão durante o encontro, que ocorreu na última terça, aconteceu por Leco ter indicado o diretor executivo de comunicação e marketing, Márcio Aith, ao Conselho de Administração. Por ocupar um cargo no clube ele não poderia, segundo o estatuto, assumir vaga no órgão. 

Mais UOL de Primeira