UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Comissão técnica rejeitou Sheik em 2017 e não foi consultada na contratação

Marcello Zambrana/AGIF
O Corinthians de Fábio Carille ainda pode quebrar marcas em 2017 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

16/01/2018 04h00

O anúncio de que Emerson Sheik está de volta para encerrar a carreira no Corinthians foi surpreendente até para Fábio Carille e sua comissão. O acerto entre o atacante e o presidente Roberto de Andrade, na manhã de segunda-feira, ocorreu sem que o treinador, que é muito próximo de Sheik, fosse consultado. Além dele, o departamento de análise de desempenho também estava “no escuro” com a negociação.

No último ano, a possibilidade de Emerson ser contratado depois de deixar o Flamengo foi levada para a comissão técnica, mas o nome do campeão mundial de 2012 não empolgou naquele momento. Carille e Sheik se consideram amigos, se apoiaram em ações beneficentes nos últimos anos e estiveram em Mangaratiba, pouco antes do Natal, para um jogo organizado pelo atleta. O contrato a ser assinado nesta semana terá validade até junho. (Por Dassler Marques)

Palmeiras faz “boa vizinhança”, mas Flu ignora

Quando estava perto de concretizar a contratação de Gustavo Scarpa, o Palmeiras entrou em contato com o Fluminense em nome da política da boa vizinhança. Maurício Galiotte telefonou para Pedro Abad e disse que o clube paulista poderia emprestar algum atleta ao time carioca. Ele deixou claro, no entanto, que a lista seria restrita aos jogadores que não serão utilizados pelo clube alviverde. 

Mais UOL de Primeira

Topo