UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

CBF e Ambev processam patrocinador de Neymar por uso de marca da seleção

Reprodução
Neymar estrela campanha da Proibida, alvo de processo da CBF e da Ambev Imagem: Reprodução
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

15/02/2018 04h00

A Confederação Brasileira de Futebol e a Ambev, sua patrocinadora, acionaram na Justiça a cerveja Proibida, parceira de Neymar, por uma campanha publicitária estrelada pelo jogador. Tanto a CBF quanto a Ambev alegam que a propaganda utiliza, de forma irregular, a imagem da seleção. As cinco estrelas referentes às conquistas da Copa do Mundo e as semelhanças com a marca Brahma, da Ambev, são citadas na ação. O caso ainda não foi julgado, mas uma liminar pedindo a suspensão das propagandas foi rejeitada.

Tanto Ambev quanto CBF fazem questão de dizer, no processo, que o pedido não tem a ver com Neymar. Procurada pela reportagem, a Ambev, a CBF e o estafe de Neymar disse que não irão se manifestar sobre a ação. A De Primeira tentou contato por todos os canais disponibilizados pela Proibida e não obteve resposta até a publicação da matéria. (Por Pedro Lopes)

SP briga para reaver R$ 260 mil em ações trabalhistas

O São Paulo acionou três empresas na Justiça para tentar recuperar R$ 260 mil gastos em ações trabalhistas. O clube contratou as empresas para terceirizar mão de obra de cozinheiros e funcionários do Morumbi e do CT da Barra Funda – os funcionários eram empregados das empresas.

Mais UOL de Primeira

Topo