UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

SP se incomoda com discurso de "técnico não faz gol" e dá bronca em Dorival

Marcello Zambrana/AGIF
Dorival Jr. saiu derrotado do clássico e foi criticado pela reação na entrevista coletiva Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

20/02/2018 04h00

O São Paulo fez uma avaliação negativa da entrevista coletiva de Dorival Júnior após a derrota para o Santos por 1 a 0, no último domingo, no Morumbi. Na ocasião, algumas frases chamaram a atenção de dirigentes e outros integrantes do departamento de futebol. Assim como aconteceu em 2017, ele voltou a falar que o Tricolor "evoluiu" e está muito perto de atingir o "ideal em termos de consistência". Mas o que mais gerou preocupação foi a frase de que "treinador não faz gols."

O discurso gerou um puxão de orelha no treinador, que reconheceu o exagero na fala em conversa com dirigentes. Tal frase poderia ser interpretada como uma tentativa de transferir os problemas da equipe para os jogadores. Segundo apurou a De Primeira, os atletas não ficaram incomodados com a frase. O elenco fez questão de assumir a culpa e mostrou confiança no trabalho do treinador. (Por Bruno Grossi e José Eduardo Martins)

São Paulo terá software de gestão

Em 1º de fevereiro, o São Paulo concluiu a primeira fase de instalação do SAP, software que tem apenas Grêmio e Palmeiras como clientes no Brasil. A entrada do sistema no Tricolor foi aprovada em 21 de fevereiro do ano passado e busca maior integração e eficiência dos serviços de uma empresa. A primeira fase envolveu controle de orçamento e circulação de documentos internos, tornando os processos mais rápidos e menos burocráticos.

Mais UOL de Primeira

Topo