UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Santos pegou R$ 6 mi emprestado, não quitou e pode pagar R$ 2 mi de multa

Eduardo Anizelli/Folhapress
Modesto Roma, em entrevista à Folha; dívida foi feita na gestão do ex-presidente Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

07/03/2018 04h00

O empresário Giuliano Bertolucci acionou o Santos na Justiça pedindo R$ 8,193 milhões. O valor é referente a um empréstimo de R$ 6,163 que o agente fez ao clube em março de 2017. Pelo acordo inicial os dirigentes devolveriam o valor até dezembro, com juro de 0,9% ao mês. Como o Santos não quitou a dívida no período combinado, o empresário pede, além dos juros, multa de 10% pelo descumprimento, chegando ao total de R$ 8,193 milhões.

Presidente do Santos na época do empréstimo, Modesto Roma admitiu à De Primeira a existência da dívida. O cartola diz que o montante serviu para ajudar a sanar pendências financeiras, e informou que o clube não conseguiu levantar recursos para pagar o agente. “É um valor que está na contabilidade do Santos. Precisávamos do dinheiro naquele momento”, justificou o ex-presidente do Santos. Segundo Bertolucci, o clube paulista tinha acordado de pagar o empréstimo assim que caísse o valor referente à venda de Thiago Maia, negociado ao Lille no meio do ano passado, mas não cumpriu a promessa. (Por Bruno Thadeu)

Corinthians: Por logística, funcionário pode ir à Venezuela

Em dificuldades para montar a logística de viagem à Venezuela, onde encara o Deportivo Lara no dia 17 de maio, o Corinthians estuda a ida de um funcionário até Lara para avaliar condições. Sem conseguir um voo direto até a capital Caracas, o clube também analisa duas opções com conexões na Colômbia e no Panamá.

Mais UOL de Primeira

Topo