UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Com medo da Fifa, Del Nero articulou encontros em hotel e casa de Caboclo

Marcelo Sayão-22.out.2015/EFE
Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, articulou nos bastidores para não ser afetado pelo monitoramento da Fifa Imagem: Marcelo Sayão-22.out.2015/EFE
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

13/03/2018 04h00

Marco Polo Del Nero sabe que a Fifa monitora seus passos. Diante disso, se cercou de cuidados nos últimos dias, durante a articulação para viabilizar Rogério Caboclo como candidato único na próxima eleição da CBF. Para evitar provas sobre sua influência na confederação, o dirigente, que está suspenso de qualquer atividade do futebol mundial e proibido de coordenar ações na entidade, resolveu tudo à distância. Após dezenas de ligações, marcou encontros entre cartolas longe do seu apartamento, de onde pouco sai.

Os encontros entre os presidentes de federações aliados e Caboclo aconteceram em um hotel na orla da Barra da Tijuca, próximo à CBF, e na casa do atual CEO e futuro presidente da CBF. Em seu apartamento, Rogério recebia os dirigentes mais próximos. Del Nero se mantinha distante fisicamente, mas sempre presente via ligações telefônicas. (Por Pedro Ivo Almeida)

Seleção: CBF quer evento ‘discreto’ em convocação para a Copa

O estafe da seleção brasileira não quer tanto holofote ou festa para a convocação final para a Copa do Mundo. Programada para a primeira quinzena de maio, a divulgação da lista pode ocorrer na própria sede da CBF – como em todos os outros jogos. Se antes o momento era tratado com pompa, realizado em salões de hotéis e até casa de espetáculos, a ideia agora é realizar algo mais discreto.

Mais UOL de Primeira

Topo