UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

CBF tenta afastar imagem de "golpe" e recolhe apoio por escrito de clubes

Rafael Ribeiro/CBF.com.br/Divulgação
Rogério Caboclo separou os últimos dias para arregimentar apoio entre clubes após movimentação que o firmou candidato Imagem: Rafael Ribeiro/CBF.com.br/Divulgação
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

15/03/2018 04h00

Depois de manobrar com federações estaduais e emplacar a candidatura única de Rogério Caboclo, a Confederação Brasileira de Futebol agora busca obter o apoio dos clubes das séries A e B do Brasileiro. Desde o último sábado, a entidade vem convidando e encontrando representantes de clubes – algumas reuniões ocorreram na casa de Caboclo – e pedindo assinatura em um documento declarando apoio à candidatura. A ideia é legitimar o processo e afastar uma imagem de “golpe”.

Pessoas ligadas à CBF e aos clubes consideram o processo já praticamente consolidado. De ambos os lados a expectativa é de que Corinthians e Flamengo sejam os únicos a não assinar o apoio. Diversos dirigentes já assinaram, e outros aguardam apenas um número expressivo de assinaturas para aderir. (Por Pedro Ivo Almeida e Pedro Lopes)

Organizada do Santos na ZL motivou mudança de jogo, diz PM

A PM vetou que os jogos de volta das quartas do Paulista de Santos e Corinthians ocorressem no mesmo dia. A decisão, segundo a corporação, foi tomada porque a sede de uma das organizadas santistas na capital está localizada na Penha, próxima ao estádio em Itaquera. É por isso que ela permitiu que Palmeiras e Santos jogassem na quarta e colocou o Corinthians contra o Bragantino para atuar na quinta.

Mais UOL de Primeira

Topo