Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Para Justiça, CIDs de Itaquera foram legais e beneficiaram Zona Leste de SP

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Arena Corinthians foi alvo de discussão da Justiça, que decidiu pela legalidade dos CIDs Imagem: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

27/04/2018 04h00

O Tribunal de Justiça de São Paulo considerou que Corinthians e Prefeitura seguiram todos os dispositivos previstos em lei na emissão dos CIDs (certificados de isenção de impostos) da Arena Corinthians, e que a construção do estádio foi benéfica para a região. A De Primeira teve acesso à decisão que julgou, em segunda instância, ação do Ministério Público que visava anular o procedimento. Nela, os desembargadores afirmam que estudos nos autos indicam “resultados favoráveis ao desenvolvimento da Região Leste da Cidade de São Paulo”.

O documento ainda diz que a Prefeitura tinha total competência para oferecer o benefício, que a lei que criou os CIDs foi positiva e que não houve qualquer vício em todo o processo. Além disso, a decisão aponta que o Corinthians, por financiar a construção do estádio e ser entidade privada, não cometeu nenhum tipo de fraude a licitações. Dos R$ 420 milhões criados, já foram negociados cerca de R$ 150 milhões em CIDs. (Por Pedro Lopes)

Corinthians: Roberto some até da aprovação de contas

Dois meses e meio depois de deixar a presidência do Corinthians, Roberto de Andrade cumpre um roteiro similar ao que escolheu o antecessor Mário Gobbi. O agora ex-cartola se distanciou da vida política e sequer esteve, na última segunda-feira (23), na reunião que aprovou as contas de sua gestão em 2017. O ex-diretor financeiro Emerson Piovesan e o ex-diretor de futebol Flávio Adauto participaram.

Mais UOL de Primeira