Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Críticas de Tite geram desgaste entre cúpulas de CBF e patrocinador

Oli Scarff/AFP
Tite se incomodou com propaganda envolvendo Neymar e gerou saia-justa entre CBF e patrocinador Imagem: Oli Scarff/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

05/06/2018 04h00

As críticas de Tite à campanha da Mastercard em duas entrevistas coletivas consecutivas geraram desgaste entre a cúpula da empresa financeira e os diretores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Durante mais de dois dias, a entidade que comanda o futebol brasileiro tentou explicar ao seu patrocinador que as observações não eram feitas diretamente à empresa, mas apenas uma sugestão do comandante para a troca da propaganda. Até por isso houve demora por um posicionamento das partes envolvidas.

Na sexta e no sábado, o treinador afirmou que o incentivo feito pelo patrocinador deveria ser algo coletivo, e não individual. A ideia inicial era doar 10 mil pratos de comida a entidades carentes a cada gol de Messi e Neymar. Na última segunda-feira (4), a Mastercard anunciou o fim da campanha condicionada aos gols dos craques e prometeu uma doação de 1 milhão de pratos. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Seleção: Fora da Copa, W. José interessa a clube inglês

Embora tenha ficado fora da relação de Tite para o Mundial da Rússia, o centroavante Willian José colhe frutos por uma temporada de destaque pela Real Sociedad-ESP. Na última semana, o brasileiro recebeu oferta do Wolverhampton-ING.

Mais UOL de Primeira