UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Velhos conhecidos, preparadores de Tite dão tratamento "exclusivo" a Neymar

Reuters/Matthew Childs
Neymar no treino da seleção brasileira; situação do atacante fez a seleção convocar dois preparadores próximos a ele Imagem: Reuters/Matthew Childs
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

12/06/2018 04h00

A recuperação e a preparação de Neymar para a Copa do Mundo, ainda que a comissão técnica de Tite seja numerosa, são missões destacadas para dois profissionais em especial. Salvo ocasiões excepcionais, o principal jogador da seleção só trabalha sob os cuidados do auxiliar de preparação física Ricardo Rosa e do fisioterapeuta Rafael Martini, dupla de cuida dele desde os tempos do Santos e passou a ser convocada nos últimos meses até o Mundial da Rússia.

Martini e Rosa foram levados por Neymar de Santos para Barcelona há quatro anos, mas não trabalhavam no clube espanhol. Já na negociação ao PSG, o pai do atacante estabeleceu como condição que a dupla fosse integrada ao quadro de funcionários. A ideia também foi colocada em prática por Tite, que ainda tem mais três fisioterapeutas e seu preparador principal, Fábio Mahseredjian, em comissão com mais de 40 pessoas. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Palmeiras já esperava derrota no TJD-SP

A derrota do Palmeiras no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), na última segunda-feira, quando foi negado o recurso que pedia que o tribunal julgasse o pedido de impugnação da final do Campeonato Paulista, já era esperada pelo clube. Antes mesmo da sessão, pessoas com trânsito nos bastidores alviverdes comentavam que as chances de uma decisão favorável no órgão paulista eram mínimas, e já havia uma mobilização para entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ligado à CBF.

Mais UOL de Primeira

Topo