Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Dani Alves volta ao Brasil, mas promete rever a seleção em finais da Copa

Lucas Figueiredo/CBF
Daniel Alves cumprimenta Marquinhos durante almoço com seleção brasileira; lateral quer voltar nas finais Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

29/06/2018 04h00

Após acompanhar a seleção brasileira no duelo contra a Sérvia, em Moscou, Daniel Alves retornou ao Brasil para seguir tratamento da lesão no joelho direito recém operado. O lateral pretende passar dez dias no país antes de voltar para a Rússia.

Em seu encontro com o elenco, Daniel Alves comunicou os colegas que pretende voltar a acompanhar o passo a passo da seleção a partir da semifinal. O lateral, que seria o capitão do título em uma eventual conquista do hexa, iria aos jogos em São Petersburgo (semifinal) e Moscou (final). Caso ocorra a eliminação da seleção antes disso, Daniel Alves deve esticar o período de reabilitação no Brasil. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Seleção: Recuperado, Danilo deve voltar aos treinos

A atividade do Brasil nesta sexta-feira deverá confirmar a recuperação do lateral Danilo após problema muscular na região do quadril. A previsão já era que ele trabalhasse em campo na quinta, mas a comissão técnica optou por conceder folga aos jogadores em Sochi. Assim, o retorno provável foi adiado por mais um dia.

Apesar da volta aos trabalhos, não há indícios de que Danilo terá a vaga na lateral depois de participar em dois amistosos e na estreia do Mundial. As atuações de Fagner contra Costa Rica e Sérvia foram seguras e deixaram o jogador do Corinthians firma na disputa para seguir no time contra o México, na próxima segunda (2). (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Seleção: Tite destoa de colegas e não tira roupa da seleção

Quando em período de concentração, jogadores e comissão técnica do Brasil mantêm o código de vestuário padrão, com as roupas da seleção brasileira. Nos horários de folga, no entanto, Tite destoa da maioria absoluta. Nas poucas saídas do hotel em Sochi, o treinador demonstra seu lado simples e não costuma mudar o hábito. Mesmo quando sai com a família, Tite se mantém com a calça de agasalho do Brasil e as camisas de trabalho da seleção, principalmente modelo polo. Na cidade russa, em jantares e dias de folga, o treinador tem a possibilidade de acompanhar a mulher Rose, além do filho e auxiliar Matheus Bachi, a nora e o neto. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Seleção: Neymar recebe livro que o critica e atende o autor

Horas após o duelo contra a Sérvia, Neymar foi atencioso com o jornalista francês Eric Frosio. O atacante o atendeu para receber o livro de sua autoria: “Neymar, o príncipe do Brasil”. O livro conta a história do camisa 10 por meio de pessoas relacionadas a ele. O curioso é que a publicação ganhou notoriedade pelas duras críticas ao atacante, o colocando como imaturo e dizendo que o pai do jogador pode ser uma pedra no seu caminho. O prefácio foi escrito por Thiago Silva, outro que recebeu o presente após a partida. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone)

Mais UOL de Primeira