Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

MP arquiva inquérito contra Del Nero por fraude em contratos da FPF

Marcelo Sayão/EFE
Marco Polo del Nero, ex-presidente da CBF, teve seu caso arquivado pelo MP-SP Imagem: Marcelo Sayão/EFE
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

10/08/2018 04h00

O Ministério Público de São Paulo arquivou, por falta de indícios suficientes, inquérito investigativo contra Marco Polo Del Nero, ex-presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol) e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O procedimento investigava possíveis fraudes em contratos de parceria envolvendo a FPF, três empresas e a Secretária de Esporte e Lazer de São Paulo em ligas municipais e amadoras entre 2011 e 2012, período em que Del Nero presidiu a entidade.

Ao longo da investigação, as empresas envolvidas (Sport Promotion, Coelho Leal e Laperez Produções e Filmagens) foram intimadas e, segundo o MP, ofereceram documentos comprovando prestação de serviços. Del Nero foi banido do futebol pela Fifa em abril – a entidade o considerou culpado por corrupção envolvendo recebimento de propina em vendas de direitos de transmissão. (Por Demetrio Vecchioli e Pedro Lopes)

São Paulo tira dirigente do "anonimato" para valorizar trabalho

A apresentação de Everton Felipe no São Paulo, na última quinta-feira, carregou uma surpresa: a presença de Alexandre Pássaro ao lado do diretor-executivo de futebol do Tricolor. O advogado está no clube desde 2015, mas sempre agiu apenas nos bastidores e nunca havia aparecido para dar entrevistas. Essa mudança de rota foi uma forma encontrada pela diretoria para dar voz e valorizar o profissional, que desde janeiro ocupa o cargo de gerente-executivo de futebol e que teve papel fundamental nas tratativas com o Sport para fechar com Everton Felipe.

Mais UOL de Primeira